Listas I Dez curiosidades que permeiam a trajetória cinematográfica de Quentin Tarantino (27/03/13)

São 50 anos de vida e 30 anos desde o primeiro filme como realizador, o incompleto "Love Birds in Bondage", destruído, dizem as lendas, por seu ex-parceiro e ex-amigo, o falecido Scott Magill.  São também 21 anos desde "Cães de Aluguel", sua estreia como diretor, 19 desde que "Pulp Fiction" sacudiu a Croisette, arrebatou uma Palma de Ouro, um Oscar e um Globo de Ouro e nove longas que introduziram um novo termo na linguagem do cinema: tarantinesco.
São 50 anos de vida e 30 anos desde o primeiro filme como realizador, o incompleto "Love Birds in Bondage", destruído, dizem as lendas, por seu ex-parceiro e ex-amigo, o falecido Scott Magill.  São também 21 anos desde "Cães de Aluguel", sua estreia como diretor, 19 desde que "Pulp Fiction" sacudiu a Croisette, arrebatou uma Palma de Ouro, um Oscar e um Globo de Ouro e nove longas que introduziram um novo termo na linguagem do cinema: tarantinesco.

Cães de Aluguel, 1992. Escrito e dirigido por Quentin Tarantino, o filme de baixo orçamento foi nomeado pela revista "Empire" como o melhor longa independente já feito.

Pulp Fiction - Tempo de Violência, 1994, é recheado de homenagens a outros filmes. A sequência de dança entre Vincent Vega ((John Travolta) e Mia Wallace (Uma Thurman) no Jack Rabbit Slim's foi entendida como referência à performance de John Travolta como Tony Manero em "Saturday Night Fever". Porém, Tarantino disse que a cena foi inspirada em "Bande à part" (1964), de Jean-Luc Godard.

Plantão Médico, 1995. Quentin Tarantino dirigiu o episódio "Motherhood" (Maternidade), mas não surpreendeu a crítica da época . Apesar de ter sido considerado um bom episódio, ele não se sobressaiu em relação aos demais.

Grande Hotel, 1995. Tarantino dirige uma das quatro histórias do filme, "Cobertura - "The Man from Hollywood". Apesar de Bruce Willis aparecer , ele não é creditado nos letreiros finais

Kill Bill, 2003-04. Originalmente concebido como um único filme, foi lançado em dois volumes. O longa consumiu 450 litros de sangue falso.

Sin City - A Cidade do Pecado, 2005. Creditado como "special guest", Tarantino dirigiu uma cena do longa e recebeu por isso o simbólico valor de US$ 1.

CSI, 2005. Tarantino dirigiu o episódio "Grave Danger" separado em duas partes. Uma das cenas mais agonizantes mostra o momento em que Nick Stokes (George Eads) é sequestrado e enterrado vivo.

À Prova da Morte, 2007, tem várias referências a outros filmes de Tarantino, por exemplo, o toque de celular de Abernathy (Rosário Dawson) ser o mesmo assobiado pela personagem Elle Driver (Daryl Hannah) em "Kill Bill volume II".

Bastardos Inglórios, 2009. A produção do longa começou em 1998, mas Tarantino "empacou" no desfecho do enredo, adiando as filmagens.

Django Livre, 2012. O título do filme originalmente seria "The Angel, the Bad and the Wise" para homenagear o cineasta Sergio Leone, porém Tarantino resolveu mudar o nome para "Django Unchained" (no original) baseado no longa italiano de 1966 "Django" protagonizado pelo ator Franco Nero.

___________________________________________________________________________________

Listas I  Os melhores filmes de Natal, segundo o Rotten Tomatoes  (23/12/12)
Talita Abrantes, de
De animações, passando por filmes clássicos e até um longa de terror: confira quais as obras preferidas dos críticos e usuários do Rotten Tomatoes
São Paulo - A produção cinematográfica que tem o natal como pano de fundo é prolífera. E a qualidade dos filmes produzidos, evidentemente, varia. Ranking do Rotten Tomatoes mostra quais são os melhoras longas do gênero de todos os tempos, com base na avaliação de críticos. O resultado são desde filmes clássicos do tipo, passando por animações até um filme de terror. Confira:
 
A felicidade não se compra

Quase setenta após seu lançamento, “It’s a wonderful life” é, praticamente, uma unanimidade entre os críticos. Repleto de dívidas, George Bayle (James Stewart) decide pular de um ponte para a morte na noite de natal. O anjo Clarence (Henry Travers), que está há mais de 200 anos na fila de espera para ganhar asas, é enviado à  Terra com a missão de fazê-lo mudar de ideia.

It’s a wonderful life
Ano: 1946
Direção: Frank Capra

 

Holiday Inn

O musical de 1942 narra a disputa de dois artistas pelo coração da mesma mulher e os efeitos do triângulo amoroso para o clube capitaneado pelos dois.

Holiday Inn Ano: 1942 Direção: Mark Sandrich


O Estranho Mundo de Jack

Após descobrir a Cidade do Natal e se sentir cativado pelo espírito natalino, Jack Skellington, que vive na Cidade do Halloween, arquiteta um plano para sequestrar o Papai Noel. A animação contou com co-produção de Tim Burton.

The nightmare before Christmas Ano: 1993 Direção: Henry Selick

 

Inferno 17

O filme conta a história de um grupo de americanos presos em um campo de concetração nazista, na década de 40, durante a Segunda Guerra Mundial. Há a desconfiança de que um deles seja um espião e traidor.

Stalag 17 Ano: 1953 Direção: Billy Wilder

 


Milagre na rua 34

A primeira versão do filme “Milagre na Rua 34” tem Edward Gwenn na versão do senhor que trabalha como Papai Noel em uma loja de departamentos mas que acredita, piamente, ser o bom velhinho.

Miracle on 34th Street Ano: 1947 Direção: George Seaton


Duro de matar

Na noite de Natal, terrositas alemães sequestram as pessoas presentes em uma festa de uma empresa japonesa. O policial John McClane (interpretado por Bruce Willis) é o único que pode detê-los.

Die Hard Ano: 1988 Direção: John McTiernan


Operação Presente

A animação lançada em 2011 responde a clássica pergunta infantil sobre como o Papai Noel consegue entregar todos os presentes em apenas uma noite com tecnologia. Mas para além de todo aparato, o filme conta a saga do filho mais jovem de Papai Noel para entregar um presente que foi deixado para trás.

Arthur Christmas Ano: 2011 Direção: Sarah Smith, Barry Cook


Uma história de Natal

O filme conta a saga do garoto Ralphie para convencer seus pais a comprar uma espingarda vermelha de presente de natal. A trama se passa nos anos 40 e faz uma comédia dos costumes típicos desta época do ano.

A Christmas Story Ano:1983 Direção: Bob Clark (III) , Bob Clark


Trocando as bolas

A versão contemporânea (ou já nem tanto assim) da clássica obra de Mark Twain “O príncipe e o mendigo” transforma um mendigo em um rico investidor em Wall Street e faz com que um magnata perca todo o seu dinheiro e sucesso. Tudo por causa de uma aposta de dois irmãos.

Trading Places Ano: 1983 Direção: John Landis


Rare Exports: A Christmas Tale

Neste filme finlandês, Papai Noel ganha uma versão macabra. Durante escavações em um monte na Finlândia, uma equipe descobre uma criatura que julgam ser o próprio Papai Noel. A ideia é exportá-lo para o mundo. No entanto, misteriosamente, crianças da cidade começam a desaparecer.

Rare Exports: A Christmas Tale Ano: 2010 Direção: Jalmari Helander

___________________________________________________________________________________
Os 15 melhores filmes distópicos do cinema  (23/07/11)
Distopia significa uma utopia negativa, é uma filosofia a respeito do futuro imaginário, geralmente pessimista. O cinema utilizou essa linguagem em vários filmes sobre um futuro negro e cinzento, com cenários apocalípticos misturando com elementos retrô, em uma sociedade oprimida e alienada, controlada pela tecnologia, drogas e sob o comando de uma ditadura cruel. Veja aqui uma lista dos melhores filmes do gênero.
1) Metropolis (1927) - O ano é 2026, a população mundial se divide em duas classes: a elite dominante e a classe operaria; esta condenada desde a infância a habitar os subsolos, escravos das monstruosas máquinas que controlam a metrópolis. Quando o filho do criador de Metrópolis se apaixona por Maria, a líder dos operários, tem inicio a mais simbólica luta de classe já registrada pelo cinema. 
 2) Laranja Mecânica (A Clockwork Orange, 1971) - Num possível futuro em que os jovens influenciados e criados por uma cultura desregrada de uma sociedade sem valores e hipócrita,nasce uma gangue que tem por diversão a agressão gratuita, Alex e sua turma segue bebendo leite e maquinando os mais cruéis atos,contra mendigos e mulheres indefesas,as absurdas ações dos adolescentes causa sentimentos de estranhamento e repulsa.Alex acaba tomando do seu próprio veneno quando a pioneira reabilitação de criminosos é lançada pelo governo,virando cobaia num tratamento que se demonstra ótimo politicamente,pelo fato de ser rápida a reeducação,demonstrada ao auditório eufórico.o diretor Stanley kubrick artisticamente arquiteta as cenas do filme de forma a integrar as partes do enredo harmonicamente,desde a fala única dos personagens as cenas memoráveis o filme se desenrola numa critica não revelada ao modo de vida,cada vez mais egoísta do ser humano. 
 3) Brazil, o filme (1985) - Sam Lowry (Jonathan Price) vive num Estado totalitário, controlado pela burocracia e pelos computadores. Neste Estado, que está lidando com o terrorismo, todos são governados por cartões de crédito e precisam pagar por tudo, até mesmo por sua permanência na prisão. Neste universo opressivo, Sam acaba se apaixonando por Jill (Kim Greist), uma terrorista.
 4) Asas do Desejo (Himmel über Berlin, Der, 1987) - Dois anjos, invisíveis aos olhos humanos, ajudam a proporcionar conforto para as almas sozinhas e deprimidas após estas passarem para o Outro Lado. Certo dia um deles passa a querer experimentar as sensações que somente os vivos possuem, e resolve abrir mão de sua imortalidade em troca de poder ser um deles. Ele logo descobrirá o amor em uma trapezista de circo. 
 5) Blade Runner - O caçador de andróides (1982) - No início do século XXI, uma grande corporação desenvolve um robô que é mais forte e ágil que o ser humano e se equiparando em inteligência. São conhecidos como replicantes e utilizados como escravos na colonização e exploração de outros planetas. Mas, quando um grupo dos robôs mais evoluídos provoca um motim, em uma colônia fora da Terra, este incidente faz os replicantes serem considerados ilegais na Terra, sob pena de morte. A partir de então, policiais de um esquadrão de elite, conhecidos como Blade Runner, têm ordem de atirar para matar em replicantes encontrados na Terra, mas tal ato não é chamado de execução e sim de remoção. Até que, em novembro de 2019, em Los Angeles, quando cinco replicantes chegam à Terra, um ex-Blade Runner (Harrison Ford) é encarregado de caçá-los.
 6) Filhos da Esperança (Children of men, 2006) - Terra, 2027. A esperança no futuro é um bem escasso. Não se sabe o motivo, mas as mulheres não conseguem mais engravidar. O mais novo ser humano morreu aos 18 anos e a humanidade discute seriamente a possibilidade de extinção. Theodore Faron (Clive Owen) é um ex-ativista desiludido que se tornou um burocrata e que vive em uma Londres arrasada pela violência e pelas seitas nacionalistas em guerra. Procurado por sua ex-esposa Julian (Julianne Moore), Theodore é apresentado a uma jovem que misteriosamente está grávida. Eles passam a protegê-la a qualquer custo, por acreditar que a criança por vir seja a salvação da humanidade.
7) Matrix (1999) - Em um futuro próximo, Thomas Anderson (Keanu Reeves), um jovem programador de computador que mora em um cubículo escuro, é atormentado por estranhos pesadelos nos quais encontra-se conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema de computadores do futuro. Em todas essas ocasiões, acorda gritando no exato momento em que os eletrodos estão para penetrar em seu cérebro. À medida que o sonho se repete, Anderson começa a ter dúvidas sobre a realidade. Por meio do encontro com os misteriosos Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss), Thomas descobre que é, assim como outras pessoas, vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. Morpheus, entretanto, está convencido de que Thomas é Neo, o aguardado messias capaz de enfrentar o Matrix e conduzir as pessoas de volta à realidade e à liberdade.
 8) Mad Max 2, a caçada continua (The Road Warrior, 1981) - No futuro o bem mais precioso é a gasolina, em virtude de uma guerra que acabou com os campos petrolíferos do Oriente Médio. Tendo combustível pode-se fugir da morte ou se dirigir a algum lugar para matar alguém. Neste contexto, Max (Mel Gibson) resolve ajudar uma comunidade a defender sua refinaria contra uma gangue de motoqueiros.
 9) Minority Report, a nova lei (2002) - Washington, 2054. O assassinato foi banido, pois há a divisão pré-crime, um setor da polícia onde futuro é visualizado através de paranormais, os precogs, e o culpado é punido antes do crime ter sido cometido. Quando os três precogs, que só trabalham juntos e flutuam conectados em um tanque de fluido nutriente, têm uma visão, o nome da vítima aparece escrito em uma pequena esfera e em outra esfera está o nome do culpado. Também surgem imagens do crime e a hora exata em que acontecerá. Estas informações são fornecidas para um elite de policiais, que tentam descobrir onde será o assassinato, mas há um dilema: se alguém é preso antes de cometer o crime pode esta pessoa ser acusada de assassinato, pois o que motivou sua prisão nunca aconteceu? O líder da equipe de policiais é John Anderton (Tom Cruise), que perdeu o filho há seis anos atrás em virtude de um criminoso que o seqüestrou. O desaparecimento da criança o fez se viciar em drogas e ainda continua dependente, mas isto não o impede de ser o policial mais atuante na divisão pré-crime. Porém algo muda totalmente sua vida quando vê, através dos precogs, que matará um desconhecido em menos de trinta e seis horas. A confiança que Anderton tinha no sistema rapidamente se perde e John segue uma pequena pista, que pode ser a chave da sua inocência: um estranho caso que não foi solucionado e há um "relatório menor", uma documentação de um dos raros eventos no qual o que um precog viu é diferente dos outros. Mas apurar isto não é uma tarefa fácil, pois a divisão pré-crime já descobriu que John Anderton cometerá um assassinato e todos os policiais que trabalhavam com ele tentam agora capturá-lo.
 10) O Dorminhoco (Sleeper, 1973) - Um saxofonista (Woody Allen) que foi congelado em 1973 é trazido de volta 200 anos depois por um grupo contrário ao poder vigente, que tenta derrubar o governo opressor. No entanto, ele quer conhecer este novo mundo mas as inúmeras modificações ocorridas nestes dois séculos o coloca em diversas confusões.
 11) O Processo (The Trial, 1962) - Joseph K. (Anthony Perkins) é um homem reservado, que vive na pensão da senhora Grubach (Madeleine Robinson) e se dá bem com todos os demais moradores do local. Um dia ele é acordado por um inspetor de polícia (Arnoldo Foà), que lhe informa que está preso mas não o leva sob custódia. Durante o processo Joseph segue com suas atividades normais, tendo apenas que ficar à disposição das autoridades a qualquer hora do dia. Incomodado por não saber do que está sendo acusado, ele decide investigar em busca de uma resposta. 
 12) Alphaville (Alphaville, Une Étrange Aventure de Lemmy Caution, 1965) - A cidade de Alphaville é comandada pelo computador Alpha 60, que aboliu os sentimentos em seus habitantes. Lemmy Caution (Eddie Constantine) é um agente enviado ao local, com a missão de encontrar o professor von Braun, criador de Alpha 60. Seu objetivo é convence-lo a destruir a máquina. o percurso Natacha (Anna Karina), a filha do professor, lhe ajuda como guia.
 13) Os 12 Macacos (Twelve monkeys, 1995) - No ano de 2035, James Cole (Bruce Willis) aceita a missão de voltar ao passado para tentar decifrar mistério envolvendo vírus mortal que levou morte da maior parte da humanidade. Tomado como louco, no passado, ele tenta provar sua sanidade a uma médica (Madeleine Stowe), sua única esperança de mudar o futuro.
 14) Serenity: a luta pelo amanhã (2005) - 500 anos no futuro, em um universo dividido por uma guerra civil devastadora. A equipe da nave Serenity, um grupo de mercenários intergalácticos comandados pelo Capitão Malcolm Reynolds (Nathan Fillion), sobrevive do transporte de carga e pequenos trambiques. Quando eles aceitam transportar o Dr. Simon Tam (Sean Maher) e sua misteriosa irmã River (Summer Glau), acabam se envolvendo numa intriga muito maior do que estão acostumados. Os passageiros estão sendo perseguidos pelos dois adversários e logo todo o universo estará atrás da Serenity. Mas o Capitão Malcolm não pretende se render com facilidade e fará de tudo para proteger a sua preciosa carga. 
 15) A vida em preto e branco (Pleasantville, 1998) - Nos anos 90 David (Tobey Maguire) é um jovem solitário, que não é feliz com sua vida e foge da realidade assistindo "Pleasantville", um seriado em preto e branco dos anos 50 onde tudo é agradável. Mas tudo muda bruscamente quando Jennifer (Reese Whisterpoon), sua irmã, que sexualmente muito mais ativa que David, briga com ele pela posse de um estranho controle remoto, que apareceu através de um igualmente estranho técnico de televisão (Don Knotts), que chegou repentinamente logo após eles terem quebrado o antigo controle. Durante a briga eles apertam o novo controle e são magicamente transportados para dentro da fictícia "Pleasantville" e lá se tornam Bud e Mary-Sue Parker, dois personagens da série. Eles de repente se vêem em um mundo todo em preto e branco. David leva alguma vantagem sobre sua irmã, pois como conhece muito bem o seriado, sabe quem são estes novos "conhecidos" e qual a importância que eles têm na vida de Bud e Mary-Sue Parker. Sob estes nomes fictícios, tornam-se filhos George Parker (Wiliam H. Macy) e Betty Parker (Joan Allen), que são pais adoráveis em um lugar onde todos são felizes, não há sexo e ninguém nunca precisa ir ao banheiro. David quer sair da situação como também a irmã dele, mas considerando que ele tenta se enturmar (sem esforço, com o conhecimento dele), ela faz o que ela gosta de fazer. Um evento conduz o outro e de repente uma rosa vermelha cresce e logo mais regras são quebradas e surgem novas cores e, se tudo não é tão agradável, com certeza tem mais emoção. Mas inicialmente nem todos gostam destas mudanças. (designinnova)

___________________________________________________________________________________

Listas l  As dez vilãs mais sexy dos filmes de heróis  (23/06/11)

Relembre as malvadas que enlouqueceram os heróis

Anne Hathaway, a nova Mulher-Gato

 

Nessa semana começaram a pipocar pela internet supostos trailers e fotos dos bastidores de "Batman - The Dark Knight Rises", estrelado por Christian Bale e dirigido por Christopher Nolan. Programado para estrear apenas em 2012 e ainda sendo filmado, o longa tem rendido bastante assunto tanto em fóruns de fãs quanto na mídia. Um dos motivos tem nome e sobrenome: Anne Hathaway. 

 

Escalada para dar vida à vilã favorita dos filmes de heróis, a Mulher-Gato, a expectativa da performance de Anne é tanta que nao faltam especulações sobre a personagem.

Do design do justíssimo macacão preto aos traços sexy da personalidade sombria de provocante da ex-secretária Selina Kyle, todos querem saber mais da Mulher-Gato de Anne.

 

Atributos para fazer o papel dar certo ela tem de sobra: quem a viu lutando com vilões na comédia "Agente 86" sabe da capacidade da atriz de cair na briga sem sair do salto.

De qualquer forma, a responsabilidade deste papel é grande para Anne por mais uma razão: o posto de antagonista no último filme foi ocupado por Heath Ledger, que recebeu um Oscar póstumo pela atuação.

O iG Gente fez uma seleção de outras nove vilãs que fizeram história nas telonas tanto pela maldade como pelo sex-appeal. Confira

                     Anne Hathaway caracterizada como Selina Kyle: papel divisor de águas

 

UMA THURMAN É A HERA VENENOSA
Hera é a cientista nerd que vira uma super vilã sexy dotada de poderes que vem das plantas. Além de especialista em plantas e nos venenos derivados delas, tem o poder de expelir feromônios do amor e lábios venenosos, em "Batman e Robin".

 

Foto: Divulgação

Uma Thurman como a Hera Venenosa em “Batman & Robin”

 

EVA MENDES É SAND SAREF
Sand Saref é a femme fatale, séria, focada. Uma mulher dona de sua cabeça, faz exatamente o que quer, tanto que dificilmente fica do mesmo lado que Spirit. Fã de roupas caras e sempre impecavelmente vestida, Sand Serif gosta de ser dona de seu destino. Primeira namorada de Spirit, um herói sem poderes que faz justiça com as próprias mãos, Serif não deixa a amizade com ele interferir em seus negócios: ela é espiã e faz negócios com quem paga mais, até o arquinimigo de seu eterno amor, Spirit.

 

Foto: Divulgação

Eva Mendes como Sand Saref em “The Spirit – O Filme”

FRAMKE JANSSEN É FÊNIX                                                                                                                     Jean Grey ou Fênix é a entidade cósmica imortal considerada uma das forças universais da vida. Tem poder tão destrutivo que pode acabar com o universo inteiro.

 

Foto: Divulgação

Famke Janssen como Fênix/Jean Grey em "X-Men"

 

MADONNA É BREATHLESS MAHONEY                                                                                                   Sexy, ousada, a cantora de cabaré dos anos 30 Breathless Mahoney não media esforços para conseguir o que ela queria. Apaixonada pelo detetive Dick Tracy, ela surpreende com suas performances musicais no palco do clube, o qual o chefão da máfia e inimigo de Tracy é dono.

 

Foto: Divulgação

Madonna como Breathless Mahoney em “Dick Tracy”

 

KRISTANNA LOKEN É T-X
T-X é uma andróide criada com fins de exterminar organismos cibernéticos, tão implacável e destruidora quanto o policial-andróide do filme anterior. T-X é uma representação masculinizada da mulher, um contraste com o imaginário feminino do Ocidente onde a mulher é representada como ser frágil.

 

Foto: Divulgação

Kristanna Loken como T-X em "Exterminador do Futuro 3"

 

MICHELLE PFEIFFER É A MULHER-GATO
Era uma mulher tímida humilhada pelo chefe que após tentativa de suborno, vé lambida pelo gatos e vira Mulher-Gato. A partir de uma bolsa minúscula, ela própria confecciona sua vestimenta. Depois disso, é destemida, ousada e odeia os homens.

 

Foto: Divulgação

Michelle Pfeiffer como Mulher-Gato em "Batman Begins"

 

DARYL HANNAH É ELLE DRIVER
  Elle é a assassina sanguinária que tem ódio e inveja da protagonista "A Noiva", interpretada por Uma Thurman. Mesmo caolha, mercenária, vingativa, invejosa e boca-suja, ela não perde seu sex appeal.

 

Foto: Divulgação

Daryl Hannah como Elle Driver em "Kill Bill"

 

REBECCA ROMJIN É MÍSTICA
Mística tem a habilidade de alterar sua forma física e a composição química de seu corpo, como também tem resistência natural a ataques telepáticos. Seu maior poder é a capacidade de manipulação e dissimulação. Até o mais durão de X-Men, Wolverine, já caiu nas garras dela.

 

Foto: Divulgação

Rebecca Romijn como Mística em "X-Men"

 

KELLY HU É LADY LETAL    Lady Letal é a supervilã inimiga de Wolverine, que tem força e agilidade sobre-humanas. Além dos reflexos super-aguçados, esqueletos e garras de Adamantium, tem o poder da cura acelerada.

 

Foto: Divulgação

Kelly Hu como Lady Letal em “X2”

________________________________________________________________________________

13 tops que continuam brilhando aos 30 anos (18/06/11)

Os olheiros do mundo da moda começam a buscar novos talentos em meninas altas, esguias e com traços marcantes já na adolescência - muitas delas começam a fazer seus books com seus 12 ou 13 anos de idade.

As que deslancham começam a trabalhar cedo e, ao alcançar os 30 anos, já ganharam nome, dinheiro e status internacional.

O site do jornal Huffington Post divulgou uma lista com 13 modelos que estão beirando ou já chegaram aos 30 e, no auge de suas carreiras, continuam brilhando nas passarelas do mundo.

As tops brasileiras Gisele Bündchen, Alessandra Ambrosio, Adriana Lima e Raquel Zimmermann fazem parte da lista, ao lado de outras modelos internacionais que estão no topo de suas carreiras. Clique na aba de fotos para conhecê-las.

 

A modelo brasileira Gisele Bündchen já chegou aos 30 e há muitos anos brilha no pódium das listas de modelos mais bem-sucedidas do mundo. Foto: Getty Images

A super top model Gisele Bündchen já chegou aos 30 e segue brilhando no cenário fashion

 

A brasileira Adriana Lima, que é uma das angels da grife americana Victorias Secret, está com 29 anos Foto: Getty Images

___________________________________________________________________________________

Conheça os dez melhores filmes de guerra, segundo jornal Huffington Post (31/05/10)

No dia em que se comemora o Memorial Day, feriado americano dedicado aos soldados que morreram nas guerras civis dos Estados Unidos, o jornal Huffington Post publicou uma lista, feita pelo crítico John Farr, com os melhores filmes de guerra. Em primeiro lugar, o dramático Os Melhores Anos de Nossas Vidas, de 1946.Confira os outros que aparecem no ranking abaixo.

1. Os Melhores Anos de Nossas Vidas (1946)

                                          2. O Resgate do Soldado Ryan (1998)

                                                      3. O Franco Atirador (1978)

                                                     4. A Ponte do Rio Kwai (1957)

                                                  5. A Um Passo da Eternidade (1953)

                                                         6. Apocalypse Now (1979)

                                                   7. O Mais Longo dos Dias (1962)

                                                    8. Sem Novidade no Front (1930)

                                              9. Patton - Rebelde ou Herói? (1970)

                                                10. They Were Expendable (1945)

Badge

Carregando...

U/Fashion Films

models.com

Good Breeding

gxl_540da9ab-9ce8-4508-acf8-3b6f0a771fd0

Models + Puppies What's not to love? Platon shoots an irresistible new story for Garage More...

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

We are so Droeë

Deep Breeding

Publication: Garage Magazine Fall Winter 2014 Model: Amanda Wellsh, Cara Delevingne, Carmen dell’Orefice, Charlotte Free, Dree Hemingway, Emily DiDonato, Jamie Bochert, Jessica Stam, Jourdan Dunn, Kid Plotnikova, Kirsten Owen, Lindsey Wixson, Liu Wen, Ola Rudnicka, Sabrina Ioffreda, Sam Rollinson Photographer: Platon Fashion Editor: Charlotte Stockdale Hair: Ashley Javier Make-up: Anastasia Durasova

fashion editorials.com

Editorial Exclusive : Veronika V(Wilhelmina LA) by Ted Emmons for FE!

Photographer: Ted Emmons @ 7 Artist Management  Stylist: Rafael Linares @ One Represents  Stylist Assistant: Frida Lofgren Manicurist: Karen Guiterrez @ Nailing Hollywood Mua: Brittany Meredith Hair: Sal Salcedo Model: Veronika V. @ Wilhelmina  

Smile

Katy O'Kane in Interview Magazine September 2014 by Brian Higbee


Raven haired beauty Katy O'Kane poses with plenty of attitude as she wears sharp-lined, sculpted pieces solely by David Koma, the muted coloured collection from his fall collection is styled together by Lizette Pena. O'Kane poses in a garden for the September issue of Interview Magazine, with photographed by Brian Higbee. Hair by Richard Collins, Make-up by Jeffery Baum.



Comment / Full Post

Geral Cinema

Karim Ainouz vence Sebastiane Latino por "Praia do futuro"

O diretor Karim Ainouz recebeu neste sábado o prêmio Sebastiane Latino por seu filme "Praia do futuro" no Festival de Cinema de San Sebastián (Espanha)....

© 2014   Criado por universomovie.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço