Espaço Fashion I Novo ranking no FFW Models: conheça as modelos que formam o top 50 da estação (27/03/14)

FFW

Antigos e novos rostos no Top 50 Feminino, Top 50 Masculino e Geração 2000 © FFW Models

Desde que lançamos o primeiro ranking do FFW Models, estamos de olho no mundo de modelos dentro e fora do Brasil, acompanhando, ao longo destes últimos seis meses, as meninas e meninos que trabalham a todo vapor, levando o selo Made in Brazil ao redor do globo.

Este é um ano de mudanças para o nosso mercado, que parece estar voltando aos holofotes mundiais. Nomes fortes surgiram e marcaram o início de uma nova geração de modelos tupiniquins - fresh faces que conhecemos há pouco já estão tomando seus devidos lugares no olimpo da moda mundial – e modelos já conhecidas estão ganhando mais força e popularidade, valorizando seus cachês. O fato é que estamos indo muito bem e construindo nossas futuras Giseles, Alessandras e Adrianas.

Para a atualização dos nossos rankings, feitos a partir de um criterioso sistema de pontuação (http://www.ffw.com.br/models/sobre/), a pontuação da primeira contagem não foi zerada e sim continuou de onde parou.

No Top 50 Feminino temos ainda como liderança a top Aline Weber, que mesmo não desfilando nesta temporada internacional de Verão 2015, continuou fotografando para revistas como “Vogue” Itália e “Numéro”, além de estampar campanhas pelo Brasil e pelo mundo. Ela é seguida por Laís Ribeiro, Thairine Garcia, Daiane Conterato e Daniela Braga, que ainda são as brasileiras com maior número de capas, editoriais e campanhas. Três novos nomes também estão em nossas primeiras posições: Amanda Wellsh, Waleska Gorczevski e Luma Grothe, por terem os melhores bookings das passarelas e campanhas gringas. Completando, modelos como Mariana Santana, Ísis Bataglia e Dani Witt estreiam em grande estilo no ranking.

No Top 50 Masculino, Marlon Teixeira continua sendo o modelo brasileiro que mais trabalha, seguido por Alexandre Cunha, Francisco Lachowski e Evandro Soldati, além de André Bona, atualmente o brasileiro que faz os melhores desfiles internacionais. Estreando no ranking, o fresh face Nicholas Costa, que vem aparecendo constantemente em grandes publicações e passarelas.

Na lista da Geração 2000, que visa celebrar e homenagear as modelos que já têm uma história forte na moda, três novos nomes são destaque: Emanuela de Paula, Flávia Oliveira e Viviane Orth. Todas já estrelaram as melhores capas de revistas, editoriais e campanhas, além de terem desfilado para as mais disputadas marcas ao longo de pelo menos dez anos.

Com um feedback positivo vindo dos principais profissionais, como produtores de casting, stylists e fotógrafos, o ranking deve impactar ainda mais os castings para o São Paulo Fashion Week e o Fashion Rio. Continuaremos aqui de olho em tudo o que acontece — e que venha a próxima temporada. Aproveitem!

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Scott Schuman entrevista Garance Doré, sua namorada há seis anos   (21/03/14)

ELLE

Duas grandes mentes criativas por trás de algumas das melhores fotos de street style do mundo da moda, Garance Doré e Scott Schuman formam um casal há seis anos, mas nunca passaram por situação parecida à de ontem de noite, quando o americano entrevistou a francesa no palco do French Institute Alliance Française (FIAF). A seguir, algumas das melhores citações de Garance durante a conversa:

Sobre ter inventado seu primeiro trabalho: “Um dia eu estava com um monte de amigas na praia, sendo nós mesmas. Inventamos um projeto de vender croissants às pessoas que estivessem nos barcos. Assim, as pessoas poderiam ficar em seus barcos durante a noite. Então meu primeiro trabalho oficial foi vender croissants”.

Sobre não seguir a sugestão de carreira de seu orientador: “O trabalho do orientador era aconselhar sobre o que eu deveria fazer na vida. Tinha um computador, e eu tive que responder umas perguntas. Estava tão nervosa! O resultado foi taxidermista” (quem monta animais para exibição ou estudo).

Sobre ter passado por uma fase de patinho feio: “Quando minha irmã tinha 14 anos, sua beleza chamava muita atenção. Todo mundo dizia que ela tinha que ser modelo, tinham até meninos que colocavam flores na nossa porta para ela. E eu estava engordando, tinha espinhas, e minhas notas na escola caindo. Eu odiava ela! Nós somos melhores amigas agora, mas aquele foi um período difícil”.

Sobre iniciar seu blog para desenhar mais rápido: “Eu decidi que precisava desenhar mais rápido, uma ilustração por hora. Hoje meu estilo é bem diferente, gosto de gastar tempo. Por isso que o orientador disse que eu poderia ser taxidermista. Demoravam cinco horas para eu desenhar, por exemplo, um olho”.

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Candice Swanepoel dá ajeitadinha no biquíni durante sessão    (19/03/14)

Candice Swanepoel deu uma ajeitadinha pra lá de sexy no biquíni durante sessão de fotos. A top da barriga negativa foi fotografada em Fernando de Noronha durante recente passagem pelo Brasil. Candice também posou sem sutiã, de camisa aberta e shortinho jeans no ensaio feito no início do mês.

Candice Swanepoel durante sessão de fotos em Fernando de Noronha (Foto: Grosby Group/ Agência)

Candice Swanepoel ajeita o biquíni

Recentemente, Candice curtiu praia deitada em canga com a bandeira do Brasil estampada. A modelo apareceu exibindo sua boa forma em foto divulgada em rede social. “Detalhe das férias”, escreveu a top na ocasião no Instagram.

Candice Swanepoel durante sessão de fotos em Fernando de Noronha (Foto: Grosby Group/ Agência)

Candice Swanepoel durante sessão de fotos em Fernando de Noronha (Foto: Grosby Group/ Agência)
Candice Swanepoel durante sessão de fotos em Fernando de Noronha
Candice Swanepoel durante sessão de fotos em Fernando de Noronha (Foto: Grosby Group/ Agência)
Candice Swanepoel durante sessão de fotos

_________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Blogueira plus size Nicolette Mason ensina como encontrar seu estilo: “O primeiro passo é conquistar o amor-próprio”    (07/03/14)

Colunista na Marie Claire norte-americana, Nicolette Mason já cobrou uma linha de tamanhos grandes da famosa Marc Jacobs e é um dos nomes mais influentes da moda plus size nos Estados Unidos. Em entrevista, ela dá dicas exclusivas para a mulher brasileira.

Nicolette Mason escreve para a coluna "Big Girl in a Skinny World" na Marie Claire US (Foto: Lydia Hudgens)

Gordinha, fashionista, blogueira e colunista na Marie Claire US há cerca de três anos, não foi por acaso que Nicolette Mason se tornou um dos nomes mais influentes no mercado plus size norte-americano. Em entrevista exclusiva, ela – que comanda a coluna “Big Girl in a Skinny World” (algo como “Garota Grande em um Mundo Magro”) e já cobrou linhas plus size da Marc Jacobs – conta como entrou no mundo da moda e dá dicas para as mulheres brasileiras se aceitarem e encontrarem seu estilo.

Formada em design de moda, Nicolette começou sua carreira trabalhando na área criativa da indústria fashion, ao mesmo tempo em que lançou seu blog. Pouco depois, começou a escrever para a Vogue Itália, quando, em 2011, recebeu um convite inusitado para assumir uma coluna na Marie Claire americana. Apesar de ter se deparado com o preconceito diversas vezes por conta de seu peso, e ainda ser julgada pelo mesmo motivo, ela afirma que, hoje, está muito mais segura e confiante. Para ela, a melhor gratificação é o retorno positivo que recebe de suas leitoras.

Marie Claire: Como é ser uma “big girl in a skinny world”? Nicolette Mason: É realmente muito, muito estimulante e gratificante. Amo descobrir novas marcas e designers de moda plus size, mas mais do que isso, amo o modo como minha coluna fala com todas as mulheres de maneira universal. Não importa o número que ela vista, em algum ponto de sua vida ela terá inseguranças sobre seu corpo – e existem muitos poucos lugares na moda em que é possível desafiar e confrontar essa imagem aberta e honestamente. Conheci muitas mulheres de diferentes tamanhos que se beneficiaram lendo “Big Girl in a Skinny World” – e esse é o melhor sentimento.

MC: Você já teve problemas em aceitar seu corpo? Já quis ser magra?

NM: Claro! Acho que todas as mulheres, independente de seu tipo de corpo, em algum momento se sentem inseguras com ele. Como mulheres, somos criadas desde muito jovens para controlar nossa aparência. Não sei se já quis ser magra, mas existem momentos em que eu desejo que meu corpo fosse diferente – seios menores, quadris maiores, barriga lisa, pernas mais longas... Mas eu, definitivamente, cheguei a um ponto em que não apenas aceito meu corpo, mas gosto dele. Sou feliz, saudável e na maior parte do tempo, me amo como sou.

Nicolette conta que as vezes ainda se depara com o preconceito por causa de seu corpo (Foto: Lydia Hudgens)

Nicolette conta que as vezes ainda se depara com o preconceito por causa de seu corpo (Foto: Lydia Hudgens)

MC: Você encontra alguma dificuldade em ser aceita no mundo da moda por causa do seu peso? Como lida com isso?

NM: Há alguns julgamentos precipitados, mas assim que as pessoas falam comigo ou escutam minha história, rapidamente percebem que tenho experiência e conheço a indústria da moda. Claro que é desanimador quando isso acontece, mas estou feliz que meu histórico e currículo falam por si mesmos.

MC: Quais são as maiores dúvidas de seus leitores?

NM: A maioria dos meus leitores já conseguiu aceitar e amar o próprio corpo, mas não sabe como se aproximar da moda e encontrar o próprio estilo. O primeiro passo para muitos é conquistar o amor-próprio, e o próximo é aprender a amar a moda.

MC: Há muitas mulheres que têm dificuldade em aceitar o próprio corpo. Qual seria seu conselho?

NM: Não sou uma especialista na saúde mental, mas acho que encontrar as características que você mais ama em si mesma e focar nelas é um bom começo.

MC: Há muita diferença entre a moda convencional e a de tamanhos grandes? Você acha que deveria ser desse jeito?

NM: Sim, com certeza. Acho que existem muitos designers, marcas e varejistas que presumem que sabem como uma mulher plus size gostaria de se vestir – e isso seria se escondendo, escondendo seu corpo e suas supostas “áreas problemáticas”. Na verdade, o que eu acho, é que a mulher plus size quer se vestir como todas as outras mulheres.

MC: Você está obcecada por que roupas ou acessórios neste exato momento?

NM: No momento estou amando a tendência “pastel” e aderindo tudo o que é rosa claro, azul pastel e verde menta que chega às minhas mãos.

MC: Você conhece o biotipo da mulher brasileira? Que conselho daria para nós, que adoramos roupas justas e provocantes?

NM: Não estou muito familiarizada, mas não preciso observar muito mais que minha amiga Fluvia Lacerda para saber que as mulheres brasileiras esbanjam sensualidade!

Colunista de moda, Nicolette diz que está amando a tendência dos tons pastéis no momento (Foto: Lydia Hudgens)

Colunista de moda, Nicolette diz que está amando a tendência dos tons pastéis no momento (Foto: Lydia Hudgens)

DICAS DE COMO SE VESTIR PARA A MULHER PLUS SIZE

“Minha única regra é que as mulheres se vistam de maneira que achem estimulante. Acho que isso se traduz em pura confiança.” “Encorajo as mulheres a experimentarem diferentes proporções até encontrarem a que mais gostam e que mais lhes convém.” “Uma boa costureira é a melhor amiga de uma mulher plus size!” “O primeiro passo para muitos é conquistar o amor-próprio, e o próximo é aprender a amar a moda.” [Marie Claire]

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Camila Pitanga estrela campanha de Alexandre Herchcovitch: “sempre sonhei com ela”    (03/02/14)

Herchcovitch e Camila Pitanga durante as gravações da campanha Inverno 2014 ©Bob Wolfenson/Divulgação

O estilista Alexandre Herchcovitch sempre trouxe novos rostos para seus desfiles e campanhas. Por isso, foi uma grande surpresa quando, na manhã de sábado (01.02), a marca Herchcovitch;Alexandre publicou no seu perfil no Instagram o primeiro dos três vídeos da campanha Inverno 2014 estrelada por ninguém menos que a atriz global Camila Pitanga. Depois de apostar em belezas menos convencionais, a marca associa sua imagem a uma celebridade, o que aponta para uma mudança de atitude para falar com seu consumidor. Não que Camila não tenha uma identificação com a marca: ela é antiga cliente e amiga pessoal de Herchcovitch. “Camila é o máximo, chique, linda, elegante no sangue”, elogia Alexandre. “Sempre foi um sonho tê-la. E ela aceitou o convite”, comemora.

Neste domingo (02.02), Camila Pitanga postou uma foto em seu Instagram com Bob Wolfenson, Robert Estevão, Herchcovitch e Maurício Ianês ©Reprodução/Instagram

A própria Camila postou o vídeo da campanha e uma foto de bastidores em seu perfil no Instagram. O número de seguidores da marca e da atriz não são assim tão diferentes (Herchcovitch;Alexandre tem 19 mil e Camila, 26 mil), mas certamente a interseção entre esses dois mundos é pequena, ampliando em muito o potencial de pulverização da marca.

Mesmo que Herchcovitch tenha aberto mão nesta temporada da sua tradição de lançar novos rostos — como fez com Vanessa Moreira, que ainda era uma new face quando fechou o desfile do estilista na temporada Verão 2012 — ainda assim conseguiu fazer isso do seu jeito: Camila, além de se envolver em projetos alternativos, ainda é atuante em ações humanitárias e em causas que acredita serem relevantes ao país (como quando pediu a presidente Dilma Rousseff que vetasse o Código Florestal).

A campanha Inverno 2014 foi fotografada por Bob Wolfenson e  contou com styling de Maurício Ianês e beleza de Robert Estevão. Quatro vídeos foram feitos, dirigidos por Thiago Jenné, do 8588 Studio, todos foram publicados entre domingo (01.02) e segunda-feira (03.02). Herchcovitch tem aderido aos vídeos com cada vez mais frequência. “A resposta vem imediatamente quando você posta no Instagram, por exemplo”, diz. “Tenho trabalhado bastante com eles por serem efetivos, rápidos e diretos”. [FFW]

Assista aos vídeos da campanha Inverno 2014 de Herchcovitch; Alexandre:

Ficha técnica:

Campanha Inverno 2014 – Herchcovitch;Alexandre

Foto – Bob Wolfenson

Styling – Maurício Ianês Beleza – Robert Estevão

Local – Estúdio Bob Wolfenson Modelo – Camila Pitanga

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Por dentro do cobiçado closet de Thássia Naves    (01/02/14)

No encantado mundo das blogueiras de moda, nenhum closet desperta tanta curiosidade e cobiça quanto o da mineira Thássia Naves. Barbara Migliori da Vogue viaja até Uberlândia para mergulhar nesse pequeno paraíso fashion

Vestindo Dolce &Gabbana segurando rasteira de plástico Chanel e bolsa Louis Vuitton (Foto: Raphael Briest/Vogue Brasil)

Posso tirar uma foto sua?” foi a pergunta que Thássia Naves me fez na primeira vez que nos vimos, durante uma edição do SPFW lá em 2010.Na época,ela não passava de uma blogueira do interior de Minas Gerais que começava a ganhar alguma visibilidade, e aquela seria a primeira semana de moda que cobriria para o Blog da Thássia. Hoje, são quase 1 milhão de seguidores no Instagram (corre-se o risco de esse número já ter sido superado até o fechamento da edição), e o SPFW ficou pequeno para a mineira: ela é habitué da fashion week de Milão e,eventualmente, cobre também as de Londres e Paris. Menos de quatro anos depois do nosso encontro nos corredores,a garota de 24 anos é – nem preciso dizer – um bocado mais famosa que eu e, onde quer que dê o ar da graça,causa comoção digna de estrela da novela das oito.

Ainda que o assédio intenso não a incomode nem um pouco, muito pelo contrário – “Me emociono toda vez que alguém me aborda para dizer que meu blog mudou a sua vida, que ajudou a vencer uma depressão, por exemplo”–, Thássia adora ter um porto seguro bem resguardado para onde pode voltar todo fim de semana, depois de jornadas que contabilizam corriqueiramente seis aviões e três estados diferentes em menos de cinco dias. É em Uberlândia,na casa onde cresceu com os pais e os dois irmãos mais velhos, que faz questão de passar pelo menos os sábados e domingos. Ao contrário de outras colegas de profissão tão requisitadas e bem-sucedidas como ela, a publicitária de formação jamais cogitou se mudar para uma grande metrópole, raramente aceita convites e fecha contratos que envolvam estar fora de casa aos fins de semana e jamais viaja sem a companhia da mãe, Simone, ou da irmã, Thaissa, sete anos mais velha. “Sou mulher, sou jovem e, pouca gente imagina, sou bastante tímida também. A presença delas me ajuda em tudo isso”, explica, sem fazer muita onda e com o jeitinho tradicional das moças de boa família do interior das Gerais.

A überblogueira realmente não tem um pingo de frescura e, apesar de viver basicamente em função de se fotografar e postar o look do dia, encara de maneira surpreendentemente profissional o ofício que a tornou famosíssima de uma hora para outra. Um dos indícios é a segurança com que lida com as críticas negativas que assolam as redes sociais – sua insistência no meio sorriso à Monalisa desperta debates infindáveis que chega a divertir pela falta de sentido. “Poderia ficar arrasada com as coisas que me escrevem, mas prefiro acreditar que o problema é do outro, e não meu. Só que não deixo por menos: denuncio todo e qualquer bullying”, desabafa, referindo-se à ferramenta capaz de bloquear quem tece um comentário maldoso em seu perfil no Instagram. Ficar longe do celular, no entanto, é uma grandeza espiritual que ainda não conquistou, já que ela – e a família toda – acompanha hora a hora a evolução de seu sucesso virtual.

Decoram a suíte joias da blogueira o poster de Alice Dellal da exposição The Little Black Jacket, da Chanel, um baú Louis Vuitton e bolsas como a Serpenti, da Bulgari, e a míni Boy de veludo (Foto: )

 

Também pudera.Graças aos impressionantes números de seu blog,Thássia é hoje uma mulher independente, cuja renda mensal gera muita especulação Brasil afora. No mínimo, o que fatura com as aparições em eventos,parcerias comerciais e anúncios no blog poderia tranquilamente lhe renderumbelo teto próprio, não preferisse ela o acolhimento da casa dos pais – o pai,um senhor bonachão de quem a filha caçula é a cara, trabalha com agropecuária.“ Meus pais sempremederam tudo. Quer dizer, faltava uma ou outra coisinha que na verdade era um luxo. Quando percebi que podia eu mesma comprar essa coisinha…Vi que havia chegado lá”, orgulha-se. O recém-construído closet, que ocupa nada menos que todo o andar superior de sua suíte (uma escada de acrílico posicionada em um vão pintado de azul-turquesa separa os dois pavimentos), é uma prova de que, ainda que ganhe muita coisa de presente – todos os dias caixas e mais caixas são entregues pelos correios na casa dos Naves –, aos poucos Thássia foi montando um acervo de causar inveja em muita fidèle da Chanel.Vestidos de festa Dolce & Gabbana e Lanvin, relógios (os Serpenti, da Bulgari, e os Rolex são favoritos), rivieras de diamantes e uma coleção de bolsas digna de cinema lotam o espaço, tão grande que acomoda um sofá chesterfield revestido de veludo vermelho no centro. Ela tem pelo menos três modelos de bolsas de cada cor e adora arrematar em suas viagens pelo mundo peças pouco óbvias, tais como uma 2.55 laranja atoalhada, uma Boy de veludo roxo e uma Lego verde-limão, todas da Chanel. “Precisava de um espaço que me ajudasse a ver com clareza tudo o que tinha. Acabo passando mais tempo aqui que lá embaixo.”

Por dentro do closet: entre grifes internacionais e achados em lojas de fast-fashion, o closet de Thássia contabiliza mais de 200 pares de sapatos, 80 bolsas e 120 bijoux (Foto: Raphael Briest)

 

Só o sinal de celular que não é dos melhores naquele canto da casa, mas nada que tire o seu sono. Ao lado da cama, um retrato seu sorrindo e sem maquiagem com o namorado de quatro anos Artur Attie, uberlandense como ela, outro motivo forte para voltar para a terrinha toda sexta-feira. Este ano, se prepara para comemorar com festa de arromba os 5 anos do blog e o lançamento de um livro que compilará suas principais dicas de estilo. Verdade seja dita, a moça conquistou o seu espaço, e ele vai bem além de um closet recheado. (BARBARA MIGLIORI)

 (Foto: Raphael Briest)
 (Foto: Raphael Briest)
 

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Estilista Cris Barros comemora aniversário hoje   (01/02/14)

Saiba mais sobre a festa que a estilista arma neste fim de semana, em SP

O aniversário de Cris Barros será comemorado em grande estilo na tarde deste sábado (01.02), no Jardim Europa, em SP. Com o tema Tropical Tea Party, os convidados receberam um convite bem original: cogumelos de cerâmica – são vários, de todos os tipos, cores e tamanhos -, enviados junto com o convite físico. Puro charme!

Marcado para começar às 17h, a festa vai ter DJ set de Rosana Rodini, redatora-chefe da revista RG, mais comidinhas e drinks que vão animar os convidados até altas horas. Promete...

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Fashionista: o guarda-roupas bem editado da designer de joias Marina Vicintin   (30/01/14)

Ela bem que tentou seguir a tradição familiar e fazer carreira no grupo Votorantin, mas a paixão pela joalheira (e uma boa dose de bom gosto) é o que falam mais forte em sua vida

Discreta por opção, a paulistana Marina Vicintin não é do tipo que atrai todos os olhares quando entra em uma sala – e o mesmo pode ser dito das joias que cria. Sua figura sempre elegante, entretanto, agrega sem estardalhaços e termina sendo fundamental para compor o mix que torna vitorioso e impecável tanto reuniões em esquema petit comité quanto grandes eventos. Ela tem aquela rara (e quase irritante) capacidade de estar bem 100% do tempo, sem fazer esforço algum, abusando do combo jeans skinny, camisa de seda e flats – sua paixão pelos modelos da grife inglesa Charlotte Olympia é tal que, quando a coleção sobre o zodíaco foi lançada, em abril passado, comprou logo três pares, de signos que nada têm a ver com seu próprio mapa astral.
O moto da grife de joias que leva seu nome também é oferecer peças que possam ser usadas sempre.“Por mais preciosa que seja, a joia precisa ser usável. Não quero que as pessoas sintam pena de sair por aí com minhas criações”, diz. Seu best-seller, o anel V, é o exemplo perfeito, com design clean que forma um desenho nada óbvio nos dedos, e que pode ser usado sozinho ou aos montes para um efeito “uau” – recentemente, ganhou a companhia da igualmente ótima pulseira V, que tem Carolina Dieckmann entre suas fãs. Helena Bordon, Luciana Gimenez e Yasmin Brunet também vivem usando suas peças.

No quarto, usando minivestido dior com sandálias Fendi (Foto: Lamb Taylor)

Herdeira da poderosa família Moraes, Marina é educadíssima, culta e viajada e, apesar de sempre ter tido um senso estético apurado, demorou a decidir trabalhar na área de criação. Formada em administração pela Faap, começou a carreira como estagiária da Fibria, divisão de papel e celulose do grupo Votorantim, de sua família. De lá, mudou para o departamento de marketing da Daslu, onde ficou por oito meses até receber o convite para participar do processo de trainee da Votorantim – os herdeiros não são obrigados a fazer, mas ela quis – e passou dois anos conhecendo cada área da empresa e viajando pelo Brasil, vivendo profundamente um ambiente industrial e racional que até então lhe era desconhecido.
Acontece que a essa altura Marina já vivia uma vida dupla, conciliando o processo de trainee com as joias, que ficava desenhando na hora do almoço. Passou também a ajudar sua irmã, Camila, que havia acabado de lançar uma linha de joias. De palpiteira acabou virando sócia, mas encarava mais como um projeto paralelo. “Ainda achava que queria seguir a carreira empresarial! Demorei para perceber do que finalmente gostava...” Quando terminou o programa, resolveu investir sério na joalheria. Ela e a irmã passaram a vender suas peças na Lool e na Thelure – Luiza Setúbal, dona da multimarcas de acessórios; e Stella Jacintho e Luciana Nascimento, da label de moda, são amigas de longa data das irmãs Vicintin. Há três anos, entretanto, as duas decidiram “se separar”, já que estavam seguindo caminhos diferentes. Camila acabou abandonando as joias para tocar outro projeto, ainda secreto, e Marina seguiu em frente, vendendo apenas sob encomenda.

A porta de entrada pintada de vermelho é destaque do apartamento decorado em tons neutros. Look total da coleção de inverno da dior (Foto: Lamb Taylor)

Faz apenas um ano que sua marca se estabeleceu, e ela não tem pressa para crescer. “Sou pequena, faço tudo sozinha, mas quero manter assim por um tempo, para poder trabalhar de casa, ter flexibilidade de horário e liberdade para criar”, diz. Casada há dois anos com o publicitário Marcelo Lopes e mãe de Catarina, de 1, ela conta que gosta de desenhar à noite, depois que coloca a filha para dormir, e que não se obriga a fazer coleções nem lançar novidades com intervalos definidos. Mesmo assim, conquistou um corner cativo na Etoiles, a descolada loja de Helena Sicupira, outra amiga da vida toda. Helena já era sua cliente, pediu algumas peças para montar uma vitrine, depois outras para um lançamento e a parceria acabou vingando.
Não é coincidência que as roupas da Etoiles estejam entre as favoritas de Marina que, assim como Helena, admira muito o jeito de vestir das francesas. Dona de um estilo minimalista, mas zero asséptico, ela cita também como queridinhas Lanvin (entre os vários modelos que têm no closet está seu vestido de noiva), Stella McCartney, Céline, Givenchy e Fendi – “Estou amando o atual momento da marca” –, além das incontornáveis Zara e Topshop. No Brasil, veste NK Store e Bless Couture, grife de moda festa de sua bff Ana Maria Piva de Albuquerque Palaia. Exímia compradora, entrega seu segredo do sucesso: “Gosto de fazer compras sem pressão, sem estar precisando de alguma coisa específica. Acho que, na necessidade, acabamos comprando besteiras”.

De cashmere Céline, shorts Amapô e sandálias Fendi Styling: Raquel Lionel (Foto: Lamb Taylor)

Mês passado, deu um passo à frente com sua marca quando começou a vender on-line no site e-Closet. Um gostinho do poder da internet Marina já sentiu: o Instagram, sem querer, virou um de seus maiores “pontos de venda”, e as peças que usa e posta recebem encomendas do Brasil inteiro, do Piauí a Santa Catarina – prova de que ninguém melhor do que ela para ser vitrine de suas criações. “Faço para mim, uso e, se funciona, mando produzir.” Alguma dúvida de que sempre funciona? (VICTORIA CERIDONO)

Detalhes (nem) tão pequenos: adepta de um look básico para o dia a dia composto essencialmente de jeans skinny e camisa, marina abusa de acessórios bem- -humorados como os slippers e a clutch de relógio Charlotte olympia e outros cheios de personalidade como a bolsa verde com spikes Valentino, o cinto Help da lanvin, a cesta Chanel e as próprias joias que cria e testa nela mesma antes de colocar à venda (Foto: Lamb Taylor)

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I The Vogue lists: os 7 fashion films mais marcantes, por Diane Pernet   (25/01/14

Nome por trás do pioneiro festival A Shaded View on Fashion Film, ela divide com exclusividade sua lista com os sete filmes de moda que considera mais groundbreaking dentro do panorama atual da indústria; assista abaixo (Antonia Petta )

Diane Pernet (Foto: Havier Hassan/Divulgação)

#1 Holi Holy – A Manish Arora Film by Bharat Sikka
Conceito: Manish Arora | País de origem: Índia | Duração: 5' | Estilista ou marca: Manish Arora | Música: Vinayak Manohar | Elenco: Bish Bhattacharya | Direção de fotografia: Tassaduq Hussain | Direção Artística: Manish Arora e Bharat Sikka | Styling: Manish Arora

#2 She Said She Said
Direção: Stuart Blumberg | Produção: Co Films | País de origem: EUA | Duração: 6'58'' | Estilista ou marca: Co | Música: Joseph Trapanese | Elenco: Marisa Tomei, Elodie Bouchez, David Wain e Aubrey Plaza | Direção de fotografia: Christopher Windsor Johnson | Direção artística: Justin Kern | Styling: Stephanie Danan | Cabelo: Paul Rizzo | Maquiagem: Liza Zaretsky

#3 The Four dreams of Miss X
Direção: Mike Figgs para Agent Provocateur | País de origem: Reino Unido | Duração: 6'50'' | Elenco: Kate Moss | Estilista ou marca: Agent Provocateur | Design de produção: Es Devlin

#4 Hors D'oeuvre by Monica Menez
Direção: Monica Menez | País de origem: Alemanha | Duração: 4'37'' | Música: 'Ritorno mi' de M Hildebrandt, 'Bandits' de Ionics, 'Toy Thief' de Ionics, 'Les Momoires d'un homme' de Axel Melzener | Elenco: Albe Hamiti @ Tune Models | Direção de fotografia: Paul Robert Klinar | Direção artística: Monica Menez | Styling: Sanne Roesch | Cabelo: Sabine Nania | Maquiagem: Sabine Nania

#5 The Ever Changing Face of Beauty by Sølve Sundsbø
Direção: Sølve Sundsbø | Produção executiva: Céline Quideau para Psycho | País de origem: Reino Unido | Duração: 4'12'' | Música: James Lavelle com Charlie May | Elenco: Lara Stone e David Agbodji | Direção de fotografia: Simon Chadoir | Consultoria criativa: Jerry Stafford | Styling: Marie Chaix | Cabelo: Am McKnight | Maquiagem: Lisa Butler

#6 Sister Act by Ellen Von Unwerth for VS
Direção: Ellen Von Unwerth | País de origem: EUA | Duração: 1'38'' | Publicação: VS Magazine | Elenco: Irina Shayk e Anne V @ Woman Management | Direção de fotografia: Ellen Von Unwerth | Câmera e edição: Alexander Seiler | Styling: Elisabeth Sulcer | Cabelo: Martin Christopher harper | maquiagem: Vicky Steckel

#7 I Want Muscle
Direção: Elisha Smith-Leverock | Produção: Rob Hughes e Daniel Chaput de Santoigne | País de origem: Reino Unido | Duração: 2'53'' | Elenco: Kizzy Vaines | Direção de fotografia: Justin Brown | Edição: Ryan Boucher | Styling: Kim Howells | Cabelo: Adrian Clark | Maquiagem: Yin Lee

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Joelheiras da alta-costura da Chanel: restrição na venda    (23/01/14)

Ficou com vontade de fazer esportes radicais com muito estilo? Elas vão sair caro...

Para quem se apaixonou pelas joalheiras apresentadas nessa terça-feira (21.01) no desfile de alta-costura da Chanel, uma notícia quente: a peça, que já virou objeto de desejo de muitas mulheres, não será vendida tão facilmente… Para adquirir as tais joelheiras, será necessário comprar o look completo exibido na passarela!

As joelheiras da Chanel - Fotos: Gety Images

As joelheiras da Chanel – Fotos: Gety Images

A boa notícia é que a marca planeja ter um acessório semelhante em sua coleção ready-to-wear, garantiu um porta-voz da marca.

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Model-Off-Duty: inspire-se no estilo de dez tops fora das passarelas     (09/01/14)

Foi-se o tempo em que o Model-Off-Duty era feito apenas de calça skinny, camiseta, preto e jaqueta. As modelos ampliaram o leque e, hoje, elas circulam fora das passarelas com os mais variados estilos, mas sem deixar de influenciar fashionistas mundo afora com looks cheios de personalidade. Confira a seguir cliques das tops mais badaladas e observadas do momento: 
Karlie Kloss: a top americana, que desfilou na última edição da São Paulo Fashion Week para a Animale, combinou marinho e vermelho e arrumou uma solução de usar manga longa no verão: encurtou a barra do vestido. Para completar, uma dose extra de personalidade. Karlie é a rainha dos fotógrafos de street style. 

Joan Smalls: modelo número um do mundo, a porto-riquenha elegeu o top cropped - a peça do momento - para exibir sua barriga sarada durante a edição de verão 2014 da semana de moda de Nova York. Esperta, ela apostou numa calça mais soltinha, para passar bem longe da vulgaridade. A sandália é um charme, perfeita para o verão carioca.   Gilberto Júnior Karmen Pedaru: musa de Michael Kors, a loura bronzeada apareceu com a dobradinha calça skinny + moletom bem leve. O moletom, aliás, promete ser hit no próximo inverno.

Gilberto Júnior
Gilberto Júnior

Chanel Iman: a modelo americana não pendura a jaqueta nem no verão. Para equilibrar, shorts curtíssimos. Gilberto Júnior Naomi Campbell: aos 43 anos, a top inglesa ainda é requisitada para desfiles, campanhas e editoriais mundo afora. Na imagem, ela aparece com vestido preto de renda tomara-que-caia, perfeito para um evento mais formal.  Jourdan Dunn: a top inglesa, que participa, ao lado de Joan e Chanel, do clipe "Yoncé", de Beyoncé, prefere um look mais descontraído. Na foto, ela aposta no poder do jeans, que surge lavado no macacão soltinho, com um leve decote. Candice Swanepoel: a top da barriga negativa gosta de exibir seus atributos físicos - vide o sucesso de seu Instagram, repleto de fotos sensuais. Aqui, ela aparece com decote e fenda. Simone Carvalho: a baiana seguiu ao pé da letra as regras do Model-Off-Duty. Preto e calças skinny fazem parte de seu repertório fashion. Hanne Gaby Odiele: a modelo belga gosta de um look de inspiração masculina. Jaquetas, camisas e calças boyfriend são alguns de seus clássicos. Alek Wek: a top não quis correr riscos e posou com a certeira dobradinha p&b. O resultado final não poderia ser mais elegante. Fotos: Gilberto Júnior 

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Karl Lagerfeld vai decorar duas suítes de luxo do Hôtel de Crillon, em Paris    (08/01/14)

Karl Lagerfeld vai assinar duas suítes para o Hôtel de Crillon, em Paris, que está em reforma e só irá abrir as portas em 2015...

Karl Lagerfeld, diretor criativo da Chanel, já começou 2014 com novos planos:  vai decorar duas suítes de luxo do Hôtel de Crillon, em Paris. Os novos quartos só serão inaugurados em 2015, assim que o hotel terminar sua enorme reforma, segundo o portal WWD. “Ninguém entende a herança do Crillon melhor que Karl”, disse Radha Arora, Presidente da Rosewood Hotels & Resorts, empresa que administra o luxuoso endereço instalado na Place de la Concorde.

A gigantesca reforma está em boas mãos, e tirando os dois apartamentos de Karl, o arquiteto Richard Martinet é o responsável pelo projeto. A decoração é da dupla Chahan Minassian e Tristan Auer e direção artística de Aline d’Amman. Karl Lagerfeld vem se aventurando pelo mundo do décor e nos últimos anos o Kaiser foi o responsável por criar os ambientes da piscina e restaurante do Hôtel Métropole, em Monte Carlo, toda parte visual do  Sofitel So, em Cingapura, e toda decoração do hotel Alma Schlosshotel, em Berlim. Nonstop!

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Nuit blanche: as coleções-cápsula de 10 marcas nacionais para o Réveillon   (22/12/13)

Clássico na virada do final de ano das brasileiras, o branco é sempre a cor-chave nas coleções especiais para a data. De Patricia Bonaldi à Mixed, conheça as opções disponíveis nas araras

Esqueça tudo o que você leu sobre tendência de cores. No último dia do ano, é de branco que grande parte das brasileiras se vestem. Alinhadas com a tradição típica do País no qual criam moda, as marcas nacionais apresentam em dezembro coleções-cápsula nas quais é esse o tom que cobre as roupas. Ao longo desta página, reunimos 23 boas opções de 10 diferentes marcas - que vai do longo de crochê assinado por Lilly Sarti aos golden party dresses de Patricia Bonaldi, passando pelas versões minimal com malha de neoprene da Fit. Escolha já um modelo para chamar de seu e feliz ano (e roupa) novos. [vogue]

 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )
 (Foto: )

Farm: macaquinho (R$ 859) e vestido (R$ 998) de tecido ultraleve (Foto: Divulgação)

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Hot stuff: Christopher Alexander, o jovem por trás dos maxi brincos do momento    (06/12/13)

Por Guilherme Takahashi, em colaboração para o FFW

O designer Christopher Alexander ©Debby Gram

De um ano para cá, o nome de Christopher Alexander começou a aparecer, sempre ligado a marcas bacanas. O designer de 28 anos está por trás das peças de impacto que já foram vistas em coleções, parcerias e desfiles de grifes como André Lima, Neon, Alcaçuz, Alê Brito e Valérie Ciriadès. E é justamente essa diversidade que o torna interessante — perceber como um mesmo designer consegue criar para Alcaçuz e Alê Brito, duas empresas com necessidades tão distintas, sem perder seu DNA. Seus brincos enormes, braceletes e acessórios para o cabelo já estão sendo reconhecidos por uma mistura bem característica entre formas, cores e materiais.

Christopher começou como vendedor da marca As Gêmeas quando ainda era um garoto e hoje está focado no desenvolvimento de sua marca, que ainda tem uma estrutura muito pequena, mas com um futuro certamente próspero. Conheça mais abaixo sobre Christopher Alexander, designer em ascensão.

Como você entrou na área de design de acessórios?

Comecei trabalhando como vendedor da marca As Gêmeas, na galeria Ouro Fino, em São Paulo. Como a gente tinha uma relação muito próxima e elas participavam da Casa de Criadores, me perguntaram se eu não queria desenhar um acessório para desfile. Fiz apenas um brinco, mas deu super certo. Na temporada seguinte fiz de novo, em quantidade maior: uma pulseira, um brinco e uns broches – que venderam bem. No total, desenhei oito coleções pra As Gêmeas. Só que naquela época criar era um hobbie e não o foco da minha vida. Ainda cheguei a trabalhar com várias outras coisas, até produção de figurino. Fiz um curso de design de joias na Escola PanAmericana e comecei a trabalhar com a joalheira Camila Sarpi. Por lá fiquei até que decidir criar a minha marca. Levou um tempo todo esse processo.

E quando foi criada a sua marca?

Apresentei minha primeira coleção na Casa de Criadores em 2011 e em setembro daquele ano já comecei a comercializar as peças.

E em seu processo criativo, vi que você se inspira muito em artes plásticas, artes decorativas, filmes, livros, teatro…

É, na realidade não gosto de usar outra joia ou uma peça de outro designer pra me inspirar. Não fico olhando coleções de outras marcas nem nada, porque fica fácil você cair na cópia assim. Busco inspiração em outras coisas.

Mas aí no caso, o que você tenta absorver desses filmes e livros é mais um comportamento, uma atitude que encontra neles ou um conceito estético?

Acho que é tudo. Desde a coisa mais abstrata da sensação que o filme me causa, até algo mais estético.

Peças da linha de Christopher Alexander para a grife Alcaçuz no Inverno 2013 ©Reprodução

Existe alguma década da qual você gosta mais?

Gosto de todos os períodos da história da arte, mas desde o começo da minha carreira até hoje, acho que as décadas que mais entram no meu trabalho são as da virada do século, a Belle Époque, Art Noveau e depois o Art Déco, anos 20, 30, 40.

No momento em que você vai criar algum acessório, qual é o perfil de mulher que você imagina que usaria aquela peça?

Tento não definir muito isso. Não é uma preocupação pra mim. As pessoas que usam os meus brincos em primeiro lugar são as minhas amigas mais próximas, então se elas gostam, eu já fico mais tranquilo.

Quando você desenha seus acessórios, você pensa na possibilidade de um homem usá-los?

Até penso nessa possibilidade, mas acabo não criando especificamente peças para homens. O Dudu Bertholini, por exemplo, sempre usa meus brincos. Mas ele é uma pessoa que não tem muita barreira de gênero. Talvez eu até faça versões menores de alguns brincos…

O seu negócio ainda é jovem, mas você já faz muitas parcerias. Como funcionam esses processos?

A minha primeira parceria após As Gêmeas foi com a Valérie Ciriadès. E rolou uma identificação entre a gente. Foi muito fácil porque entendi o que ela queria e foi uma delícia o processo de fazer algo juntos. Em todas as marcas com as quais trabalhei, tive liberdade para criar. Eles me passam um briefing, eu faço e eles aprovam o desenho. A única vez em que precisei que me adaptar mais ao mercado da marca foi com a Alcaçuz, que é maior, tem lojas em shopping e um público bem definido. Mas pra mim, foi ótimo, é uma coisa que eu gosto. Outra parceria que me marcou foi com o André Lima, porque foi minha primeira colaboração com uma marca do SPFW e deu uma repercussão grande.

Os maxi brincos de Christopher Alexander para André Lima no desfile de Verão 2013 no SPFW ©Reprodução

Vendo suas peças, é possível perceber que os materiais são relativamente simples e se contrastam com o rebuscamento das formas. Você pensa em explorar mais materiais ou gosta desse contraste do metal mais liso com o desenho extravagante dos acessórios?

Eu gosto, o que não me impede de buscar novos materiais. Na Alcaçuz trabalhei com o acrílico, que era algo que eu nunca tinha usado antes. Gosto muito de vidro, cristal, mas o material não é a minha primeira preocupação. Ele acaba sendo o desdobramento de algo que eu quero.

Como é o tamanho da sua equipe?

Eu não tenho ninguém trabalhando comigo diretamente. Só a minha sócia, que cuida mais da parte financeira e administrativa da marca, o que é muito importante, porque não tenho cabeça pra fazer planilha, contas, essas coisas. E se eu não tivesse ela na minha vida, meu business não ia rolar. Não tenho ninguém, e nem penso em ter alguém tão cedo. Acho que pra quem está começando, é super importante se manter o mais enxuto possível. Não tenho loja ainda, quero ter um ateliê antes, mas sei que agora não é o momento. É mais uma questão mesmo de evitar gastos fixos. Mas já tenho prospectado uma oficina para o caso de ter algum pedido grande, de forma que eu consiga cumprir os prazos de entrega.

Onde podemos encontrar seus acessórios?

Na Loja Choix, no Liceu de Maquiagem e no meu e-commerce.

Serviço: Loja Choix: rua Prof. Artur Ramos, 181, São Paulo. (11) 2649-4265 Liceu de Maquiagem: rua Pedro Taques, 110, São Paulo. (11) 3083-050

_________________________________________________________________________________

#ChanelDallas: divulgado o vídeo-teaser do fashion film 'The Return'   (04/12/13)

Tire um minuto para assistir ao teaser do fashion film 'The Return'. Nele, Karl Lagerfeld trata do momento no qual Gabrielle Chanel rebre a casa de alta-costura da maison que leva seu nome, em 1954 – e faz isso com Geraldine Chaplin no papel da estilista francesa, mais um elenco que inclui Anna Mouglalis, Lady Amanda Harlech e Rupert Everett.
O lançamento do vídeo antecipa o desfile da coleção Paris-Dallas, do Métier D'Arts da Chanel, marcado para o próximo dia 10.10. Assista a um trecho no player abaixo.


________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I As mortas-vivas da Dazed & Confused   (26/10/13)

A edição de novembro da Dazed & Confused entrou no clima de Halloween e criou um editorial bem dark. Jeff Bark fotografou as modelos Anouk Hagemeijer, Lena Hardt, Irene Hiemstra, Clara Nergardh, Larissa Hofmann, Jamily Wernke Meurer e Linn Arvidsson caracterizadas como mortas-vivas que só usam grifes. O editorial é intitulado de ‘Disturbia’ e garante o toque sombrio que a data pede. [TheFashionography]

disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-1disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-2disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-3disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-4disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-5disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-6disturbia-jeff-bark-dazed-confused-november-2013-7

Fotos: Thefashionography.com

__________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Tal mãe, tal filha: Julianne Moore leva a caçula para semana de moda de NY  (13/09/13)

Julianne Moore marcou presença no front row do desfile de Reed Krakoff, na quarta-feira (11.09) de semana de moda de Nova York. Mais do que seu elegante look p&b ou a sandália de píton que vestia, o que chamou mesmo a atenção da imprensa internacional foi a sua acompanhante: uma versão mini da atriz hollywoodiana, exibindo também cobiçados fios ruivos e o mesmo sorriso no rosto. Trata-se da pequena Liv Helen Freundlich, filha de Julianne de 11 anos, que parece ter herdado dos genes de beauté – e gosto fashion! – da mãe-famosa. [vogue]

_________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Rosie Huntington-Whiteley para Numéro Tokyo de Setembro 2013  (13/08/13)

Rosie Huntington-Whiteley estrela a capa e o conteúdo da revista Numéro Tóquio de setembro, em fotos de Alexi Lubomirski.

_________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I  Viktor & Rolf lançam coleção cápsula de vestidos de noiva    (11/07/13)

Viktor & Rolf resolveram entrar no mercado de casamentos e lançaram uma coleção cápsula de vestidos de noiva. Os estilistas levaram suas formas arquitetônicas para o altar e o resultado são vestidos feitos para todos os gostos. Apesar de conter apenas seis peças, a linha oferece uma boa variedade de modelos, do romântico de laços ao ousado macacão. Em entrevista para a Vogue inglesa, os estilistas comentaram a novidade: “Nós sempre amamos desenhar vestidos de noiva, porque um vestido de noiva é uma peça com um monte de significados e emoções. 

O vestido de noiva é um dos maiores ícones do vestuário”. As peças fazem parte da coleção resort 2014 da grife e estarão disponíveis a partir do fim do ano. [Vogue]

coleção-noivas-viktor-rolf-3 coleção-noivas-viktor-rolf-4 coleção-noivas-viktor-rolf-5 coleção-noivas-viktor-rolf-6

___________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I  Aposte nas capas de chuva da Wanda Nylon   (15/06/13)

Futurismo: À partir da esq. trench-coat (€590),blusa (€186), shorts (€224) e chapéu (€240), blusa (€159) e saia (€275) – Fotos: Reprodução/Harper’s Bazaar

Esqueça sua capa de chuva descartável. A neogrife parisiense Wanda Nylon lança sua primeira coleção decidida a proteger sem perder o estilo. A dupla de estilistas Johanna Senyk e Peter Hornstein imaginou peças futuristas e gráficas, produzidas com PVC sustentável e ecológico. Tem para todos os gostos, da minimalista à excêntrica. É possível encontrar, nos seletos pontos de venda, de uma simples t-shirt até um trench-coat transparente (€ 590), passando por uma jaqueta biker também translúcida (€ 510). À venda na Printemps.

_________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I  Polêmica: Curso que John Galliano daria na Parsons é cancelado por desentendimento   (08/05/13)

John Galliano no final do desfile de Inverno 2007/2008 da marca que leva seu nome ©Reprodução

Está oficialmente cancelado o curso “Show Me Emotion”, que seria ministrado por John Galliano na escola nova-iorquina de moda e design Parsons. O workshop de quatro dias, reservado apenas para alunos selecionados do último ano do Bacharelado em Moda, foi cancelado via e-mail enviado nesta terça-feira (07.05), devido a um desentendimento entre o designer e a escola. Pelo que se lê no comunicado, que explica os motivos do cancelamento, ao concordar em ministrar o curso, Galliano estaria concordando também com a participação em um fórum que discutiria de forma aberta a sua carreira (entenda-se, os comentários que levaram à sua saída da Dior).

“Era uma condição do nosso acordo com o Sr. Galliano que ele participasse também de um fórum que incluiria uma franca discussão sobre a sua carreira. No final não conseguimos chegar a um entendimento em relação aos detalhes desse fórum, e por isso o curso não seguirá em frente”, relata a “New York Magazine” que recebeu uma cópia do informe.

“Embora a escola entenda as pressões que o Sr. Galliano sofre, esperávamos poder convidar alunos e professores da faculdade para lhe perguntar como a sua trajetória enquanto designer foi alterada pelas declarações ofensivas que fez, e aprender com o seu exemplo. (…) Está certo que esta não seria uma conversa fácil nem confortável, mas a nossa missão é fornecer oportunidades de aprendizado que transcendam as fronteiras das disciplinas”, lê-se  no e-mail enviado pela escola.

Aparentemente, o cancelamento não está relacionado com a petição online que pedia para que o designer não desse o curso.  Andreia Tavares - ffw

________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I  Mãos de Tesoura: Os tecidos de Bia Martinez       (24/04/13)


Bia Martinez – Foto:Divulgação/Jhonatan Chicaroni

As obras mais recentes de Bia Martinez são tapeçarias estonteantes em que ela manipula luz e sombra ao picotar os fios da superfície de um jacquard preto e branco, criando sensações inesperadas de volume. De longe, elas parecem esculturas tridimensionais. “É um tecido produzido industrialmente, que possibilita personalização”, comenta a artista, tesoura em punho, enquanto apara uma de suas peças.
Brasileira, formada em Artes Plásticas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo e mestre em design têxtil pela Philadelphia University, Bia aprofundou-se em construção têxtil em jacquard com multicamadas e trabalhou durante anos para a Calvin Klein, em Nova York, desenvolvendo tecidos e estampas especiais.
Atualmente, ela cria coleções para a marca Empório Beraldin, em São Paulo. Seu sucesso, porém, vai além do comercial: ao promover o en-contro de seu dote artístico com as técnicas adquiridas, ela desenvolveu tecidos como o Franja, que ganhou o Prêmio Museu da Casa Brasileira em 2012; e o Picote, que levou menção honrosa pela mesma instituição no ano anterior, entre outros premiados. Picote, aliás, é o jacquard que dá origem às tapeçarias de parede já mencionadas, que vão conquistando o mundo. “As obras estão se espalhando, pendurei uma em Milão, para o diretor criativo da Ermenegildo Zegna, duas em Nova York e duas em São Paulo”, comemora a artista.

O painel Oca, feito por Bia Martinez, localizado no Hotel Fasano do Rio de Janeiro – Foto:Reprodução

Mas, atenção: Bia Martinez não quer (nem deve) ser taxada como artista têxtil. “Hoje, crio tapeçarias, mas já fiz esculturas e tenho muitas outras vontades. Desenhar móveis é uma delas, que devo realizar em breve”, avisa.
A maneira mais rápida de ver o trabalho de Bia Martinez é dar uma chegadinha no hotel Fasano do Rio. É dela o lindo painel de toile de jouy com cenas da Amazônia que fica atrás da recepção.  Carolina Overmeer -  Harpersbazaar

_________________________________________________________________________________

Espaço Fashion I Issa London vai abrir sua primeira loja no shopping The Roppongi Hills no Japão (23/03/13)

A marca Issa London irá abrir sua primeira loja na semana que vem no shopping The Roppongi Hills no Japão. A sócia Camilla Al Fayed declarou que pretende expandir  a marca para o mercado asiático mas ela também pretende abrir uma loja em São Paulo até o final do ano no shopping Cidade Jardim. [VogueUk]

_________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I The Society Management: nova agência de modelos aporta em Nova York  (21/03/13)

Uma nova agência de modelos aporta em Nova York, trazendo um casting repleto de tops e promessas do mercado da moda. A The Society Management, uma divisão da agência de modelos Elite Management, se compromete em continuar um legado de mais de 4 décadas dentro da indústria da moda,  e tem como objetivo ser a líder na nova era de gestão de talentos. Representando nomes como Marina Nery, Cora Emmanuel, Lindsey Wixson, Ming Xi, Sigrid Agren, Tao Okamoto, Roberta Narciso; assim como Grace Jones, Lily Rose Cooper, The Black Soft, entre outros. Bacana!  HoM

________________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I Karl Lagerfeld inaugura loja em charmoso endereço parisiense   (04/03/13)

Após um considerável tempo de espera, a boutique de Karl Lagerfeld inaugura no número 194 da Boulevard Saint-Germain, em Paris. Com 2.150 metros quadrados de estilo minimalista em preto e branco, o espaço fica próximo ao charmoso Rive Gauche e passa a ser o point de vendas dos produtos assinados pelo kaiser alemão, incluindo as linhas masculina e a de acessórios - os relógios apresentados na última semana de moda parisiense estão disponíveis. A ala menswear lembra uma biblioteca - os livros são uma paixão de Lagerfeld - e traz itens de couro e de alfaiataria. 

Ala Masculina que lembra uma biblioteca 

Look Masculino assinado pelo Kaiser e vendido na boutique 

______________________________________________________________________________________

Espaço Fashion  I  Barneys inaugura vintage boutique na sua flagship store em NY   (29/12/12)

A Barneys é conhecida pela ótima curadoria de novas peças de roupa e acessórios. Agora, será conhecida também pelas não tão novas: a multimarcas nova-iorquina inaugurou em novembro uma loja só com itens vintage no piso térreo de sua flagship store, na Madison Avenue.

Por ali, podem ser encontrados itens como bolsas da Hermès (estão disponíveis os modelos Birkin e Kelly, custando, em média US$ 20 mil – algo como R$ 40.890), mas também joias de marcas como Yves Saint Laurent, Chanel e Givenchy (um par de brincos custa a partir de US$ 250, ou R$ 511) e outros bons achados das décadas de 80 e 90. Imperdível para os fãs de vintage.

________________________________________________________________________________________

Flower Power em editorial 'Bloom Town' da W Magazine de março   (29/02/12)

Mix'n & match, monoprint e flores...muitas! O editorial Bloom Town que está na W Magazine de março/2012 tem as supermodels Patricia van der Vliet e Emily Baker posando para as lentes de Sharif Hamza em uma proposta super colorida e recheada de peças hits escolhidas à dedo pela stylist Giovanna Battaglia, uma das mais respeitadas da área. O romântico nada bobo mostra para que veio, dá uma olhada!

__________________________________________________________________________________________

Top Kasia Struss em editorial da  Harper’s Bazaar Espanha  (25/02/12)

As estampas estão com tudo! Sejam artsy, digitais, com estética da Belle Époque ou as bombantes ikats, todas dão as caras no editorial da Harper’s Bazaar Espanha. O stylist Juan Cebrian escolheu à dedo peças que trouxessem essas vertentes sintetizadas em looks hypados da estação. A supermodel Kasia Struss posa para as lentes de Nico e tem beauty assinada por Jordi Fontanals (make) e o hairdresser Tomohiro Ohashi.

Kasia Struss Harpers Bazaar Spain 6 620x417 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por NicoKasia Struss Harpers Bazaar Spain 12 620x836 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por NicoKasia Struss Harpers Bazaar Spain 7 620x833 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por NicoKasia Struss Harpers Bazaar Spain 9 620x833 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por Nicoks1 620x836 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por Nicoks2 620x840 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por Nicoks3 620x836 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por Nicoks4 620x834 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por Nicoks5 620x835 HARPERS BAZAAR ESPANHA | Editorial Fevereiro 2012 | Kasia Struss por Nico
_________________________________________________________________________________

Direto de Madri: papo sério com Leonor Pérez Pita,  diretora da semana de moda Fashion Week Madrid   (03/02/12)

Leonor Pérez Pita, diretora da Mercedes-Benz Fashion Week Madrid ©Reprodução

Bastidores da semana de moda de Madri. Sala da diretoria. De repente entra uma senhora toda vestida de preto. Atrás dela, vem um segurança uniformizado segurando um casaco de pele e o entrega a um assistente. Essa é Leonor Pérez Pita, ou simplesmente Cuca, como é conhecida por aqui. Aos 72 anos, ela é o braço de ferro por trás da semana de moda de Madri, evento que fundou em 1985, com apenas sete estilistas no line-up.

Agora, Cuca vê seu evento dar mais um passo, e, desta vez, um dos grandes. Um mês antes de o evento acontecer, ela fechou um acordo de patrocínio com a Mercedes Benz, que também está por trás de semanas de moda em Nova York, Berlim e Moscou.

A personalidade de Cuca remete à imagem que guardamos da mulher espanhola: firme, forte, destemida. De poucas palavras e respostas curtas e objetivas, ela pouco sorri, mas é solícita e muito educada. Apesar de uma pessoa do evento reconhecer que Madri não está no mesmo patamar de Paris ou Milão, em termos de moda, Cuca não gosta nem de pensar no assunto. “A Espanha não é diferente do resto do mundo”, diz.

A Mercedes Benz Fashion Week Madrid está sob o guarda-chuva da Ifema (Institución Ferial de Madrid), que além da semana de moda, também cuida da organização e produção de mais 70 feiras por ano, incluindo joalheria, turismo e catering, e ainda com participação em eventos internacionais. Vai encarar?

A Espanha passa por uma crise muito séria. De que forma ela afetou o mercado da moda?

Outros setores foram seriamente mais atingidos do que a moda aqui na Espanha. Mas é claro que a indústria sente. As empresas tiveram que baixar seus preços e os estilistas agora têm que usar sua imaginação de uma maneira mais eficaz. Pensar em que materiais podem usar para substituir os mais caros e também em como se manter atraente trabalhando com uma matéria-prima inferior. Em tempos de crise, temos que ser criativos.

Com a entrada da Mercedes Benz como patrocinadora master, o evento cresceu e mudou o posicionamento. Muitos jornais espanhóis escreveram que vocês querem projeção internacional.

Sim, nós agora somos parte da colônia fashion, junto às outras cidades que têm o patrocínio da Mercedes Benz, como Nova York, Berlim, Moscou e muitas outras. E sim, o evento vai crescer por conta desse primeiro acordo, que tem a duração de quatro edições. O investimento no evento aumentou e isso se traduz em crescimento. Essa é a razão pela qual fizemos isso.

Qual é a ordem de valor para colocar de pé uma semana de moda como essa?

Três milhões de euros por edição.

Parte deste dinheiro paga os desfiles das marcas, certo?

Sim, nós pagamos tudo: modelos, maquiagem, cabelo, convites, passarela… O dinheiro deles é gasto com as coleções.

O evento está em sua 55ª edição. Que mudanças você viu acontecer ao longo desses 25 anos?

Houve muitas mudanças, mas elas ocorreram gradualmente. Esse tipo de coisa não acontece de repente. Nós começamos em 1985 com apenas sete estilistas participantes. Os desfiles aconteciam em uma arena de circo que a gente alugava na época. E então o evento passou a crescer e a mudar a cada estação, até ficar do tamanho que tem hoje.

Quais os diferenciais da moda espanhola?

Não acho que há algo específico sobre a moda espanhola. Muitos de nossos designers poderiam mostrar suas coleções em outros lugares do mundo. Há vinte anos, um estilista nosso fez coisas que vi há dois anos em um desfile do Jean Paul Gaultier. As coisas vão e voltam. Claro que existem os designers que têm um toque a mais, que de certa forma representam o país, mas a Espanha não é diferente do resto do mundo.  Camila Yahn - ffw

_________________________________________________________________________________

Profissão: blogueiro. Conheça a fonte de renda de Bryanboy e cia  (24/11/11)

Kelly Framel, Bryanboy, Rumi Neely, Susie Lau e Leandra Medine ©FFW

Uma reportagem recente do “WWD” que detalha as fontes de renda de cinco dos mais famosos blogueiros de moda do mundo reascendeu a discussão sobre a questão da publicidade na blogolândia. A publicação revelou uma “ficha técnica” com estilo, page views, formação, fonte de renda, desfiles vistos e um exemplar de posts do Bryanboy, do seu blog homônimo; Susie Lau, do Style Bubble; Rumi Neely, do Fashion Toast; Kelly Framel, do The Glamourai; e Leandra Medine, do Man Repeller.

O “WWD” se absteve de comentar os (impressionantes) dados, afirmando somente que: “Não são só as coleções o que as pessoas esperam para ver durante a maratona de semanas de moda, mas também os comentários e feedback dos blogueiros que, aos olhos de muitos, se tornaram tão relevantes quanto os desfiles sobre os quais eles blogam”. Opinião similar, embora muito mais contida, à que a cantora Lady Gaga emitiu em setembro em sua coluna na “V Magazine”, quando causou polêmica ao questionar o trabalho da crítica de moda Cathy Horyn, do “New York Times”, e chamar a blogueira Tavi Gevinson e seu blog thestylerookie de “futuro do jornalismo”.

O que levanta a questão da responsabilidade que esses blogueiros têm para com seus leitores fieis, e como eles equilibram publicidade e opinião em seus blogs. O site “Fashionista” repercutiu a reportagem do “WWD” com a reflexão: “À medida em que os blogs fazem a transição de diários de estilo pessoal para negócios lucrativos, alguns leitores começam a sentir que o conteúdo original e imparcial, que já foi a pedra fundamental do que tornava os blogs tão relevantes, foi comprometido".

Veja os principais detalhes da “ficha técnica” levantada pelo “WWD”, e deixe o seu comentário sobre a questão colocada pela publicação: “Blogueiros sentados na primeira fileira já viraram um lugar-comum – assim como suas parcerias com grandes marcas e grifes que muitas vezes ocultam a natureza do que eles fazem: reportagem e crítica ou marketing e promoção?”.

Bryanboy

Bryanboy ©Reprodução/Bryan Boy

Ponto de vista: “Meu ponto de vista é extremamente pessoal e íntimo. Meu blog permanece da maneira que eu o comecei há sete anos [em outubro de 2004] – um diário pessoal com foco pesado em viagens, moda e minha vida pessoal. Eu me comunico com meus leitores e seguidores como se estivesse falando com um amigo. Eu também compartilho fotos das minhas obsessões, o que eu vivencio em um dia, etc”.

Page Views: Média de 1,4 milhões de page views por mês.

Formação: Sem treinamento formal em jornalismo, e não teve nenhum trabalho anterior.

Fonte de renda: Publicidade é a principal fonte de renda, mas também faz aparições em eventos, colabora com marcas (como quando fez o styling de um vídeo da H&M), e julgou concursos para o blogger de estilo da Sunglass Hut e para a busca por um correspondente para a Elle x Nokia Style.

Desfiles a que compareceu: Foi a desfiles em Nova York, Milão e Paris (“Londres eu pulei”) como Louis Vuitton, Prada, Jil Sander, Marc Jacobs, Chanel, Miu Miu, Valentino, Dolce & Gabbana, Lanvin e Versace.

Susie Lau, Style Bubble

Susie Lau, do Style Bubble ©Reprodução/Stylebubble

Ponto de vista: “Quando comecei, eu queria escrever sobre moda de uma perspectiva muito pessoal, tentando não fazer com que o high fashion parecesse muito metido ou intelectual. Então comecei a tirar fotos de looks – apesar de que isso evoluiu para um gênero de blogging por si só – porque eu sempre achei que a melhor maneira de agir de acordo com o que você acredita é usar as chamadas tendências, usar as roupas, etc. Além disso, eu quero promover designer jovens e emergentes”.

Page views: Pelo menos 1,2 milhões de page views e 550 mil unique visitors por mês.

Formação: Estudou história e, desde que fundou seu blog, em 2006, até maio de 2010, ela teve trabalhos em período integral – primeiro com digital advertising e depois como editora do “Dazed Digital” (web site do “Dazed & Confused”). Agora ela trabalha como freelancer.

Fonte de renda: Propagandas no blog e parcerias com a Gap, Furla, Selfridges, Uniqlo, Topshop, Club Monaco e Benetton. Ela também faz edições e stylings como convidada especial, e escreve como freelancer.

Desfiles a que compareceu: Mais de 40 em Nova York, 45 em Londres, 12 em Milão e 60 em Paris (pela “Dazed Digital”).

Rumi Neely, Fashion Toast

Rumi Neely, do Fashion Toast ©Reprodução/Fashiontoast

Ponto de vista: “Estilo pessoal, fotografia e inspirações atuais. [Influencio meus seguidores] permanecendo fiel aos meus instintos e não fazendo coisas toscas. Como um blogueiro, você recebe uma infinidade de propostas de empresas. O que você evita é o que vai te definir”.

Page views: Mais de um milhão por mês.

Formação: Não tem treinamento formal em jornalismo mas adoraria explorar a escrita. Além do blog, ela nunca teve um emprego que tenha durado mais de um mês.

Fonte de renda: Além da propaganda no blog, ela atualmente tem contrato com a Next em New York e Les Pros Entertainment no Japão. Ela também já desenhou para a RVCA e Dannijo e apareceu em uma campanha da Forever 21.

Kelly Framel, The Glamourai

Kelly Framel, do The Glamourai ©Reprodução/Theglamourai

Ponto de vista: “Meu blog é sobre estilo pessoal e design de interiores, e eu procuro inspirar meus leitores a tomar aquele tempinho extra ao se arrumar de manhã, ou arrumar a casa um pouco, porque acredito que você tira da vida aquilo que você investe”.

Page views: Cerca de 4 milhões por mês.

Formação: Tem um diploma em design de roupas; trabalhou para Naeem Khan.

Fonte de renda: Desenha suas próprias joias, tem propagandas no blog, cuida de posts no Glamour.com e faz styling para marcas. Já trabalhou com a Christian Dior, Club Monaco, Coach, Erin Fetherston, Forever 21, Juicy Couture, LL Bean, Ralph Lauren e Shu Uemura e desenhou uma gilete para a Schick Intuition que será lançada no ano que vem.

Desfile a que compareceu: Foi a desfiles em Nova York, incluindo Michael Kors, DKNY, Tory Burch, Rebecca Minkoff, Tracy Reese, Rebecca Taylor, Helmut Lang e Ralph Lauren. Cobriu desfiles em Milão como o da Marni, Etro e Pucci para a “Grazia”.

Leandra Medine, Man Repeller

Leandra Medine, do Man Repeller ©Reprodução/Manrepeller

Ponto de vista: “Moda boa é feita para agradar as mulheres, não os homens, então quando ela acontece, as tendências que nós amamos, os homens odeiam. E isso é fantástico”.

Page views: Cerca de 50 mil por dia e 1,5 milhões de page views por mês.

Formação: Formada em jornalismo pela Eugene Lang College The New School for Liberal Arts em 2011.

Fonte de renda: Propaganda no blog e parcerias com marcas como Barney’s New York, Saks Fifth Avenue, Michael Kors, Prabal Gurung, Bobbi Brown, Mackage, Dannijo e Gryphon para fazer styling, modelar, escrever e, recentemente, desenhar, também.

Desfiles a que compareceu: De 30 a 40 em Nova York e quatro em Paris, incluindo Alexander Wang, Prabal Gurung e Thakoon. Sarah  Lee

________________________________________________________________________________

Concurso de “melhor blog de moda” vai premiar com intercâmbio em Londres  (22/11/11)

Estão abertas as inscrições para o I Prêmio Estácio Blogs de Moda, promovido pelo Instituto Zuzu Angel (IZA) em parceria com o Portal IS Fashion Mag. A premiação para o primeiro colocado será um intercâmbio em Londres, no Instituto Marangoni, para o curso Summer Fashion Design. Já o segundo e terceiro lugar serão contemplados, respectivamente, com um notebook e um smartphone.

O concurso vai eleger o “melhor blog de moda do país” por meio da avaliação de uma banca formada por colaboradores da Estácio, IZA e IS, de acordo com os seguintes quesitos: conteúdo, redação, design, originalidade, contemporaneidade, atualização e adequação ao tema “Moda”. De acordo com o regulamento, as inscrições só valem para blogs escritos em língua portuguesa, que tratem exclusivamente de moda. Ainda segundo as regras do concurso, serão automaticamente desclassificados os blogs que contenham “manifestações ofensivas à moral e aos bons costumes, palavras de baixo calão, não estejam de acordo ou que vão contra qualquer lei vigente em território nacional, bem como aquelas que transmitam mensagens de valor político e/ou religioso”. Leia aqui o regulamento completo.

Os interessados podem se inscrever até o dia 31 de janeiro através do site www.estacio.br/concursodemoda; o resultado será divulgado no mesmo endereço a partir do dia 10 de fevereiro de 2012.

Mais informações sobre os prêmios:

1º colocado: 1 (uma) bolsa de intercâmbio* no Instituto Marangoni em Londres, para o curso Summer Fashion Design e o selo de qualidade: “Top Fashion Blogs”, concedido em conjunto pela ESTÁCIO, IZA e IS;

2º colocado: 1 (um) notebook Philco 14″ Athlon X2 2G 320GB, Linux e o selo de qualidade: “Top Fashion Blogs”, concedido em conjunto pela ESTÁCIO, IZA e IS;

3º colocado: 1 (um) celular BlackBerry, modelo curve 8520, desbloqueado e sem chip de qualquer operadora e o selo de qualidade: “Top Fashion Blogs”, concedido em conjunto pela ESTÁCIO, IZA e IS;

Do 3º ao 10º colocado: Selo de qualidade: “Top Fashion Blogs”, concedido em conjunto pela ESTÁCIO, IZA e IS.

*O pacote de intercâmbio no exterior terá a duração de três a quatro semanas dependendo da data escolhida, incluindo acomodação em casa de família em quarto individual, com café da manhã, jantar e passagem aérea em classe econômica de ida e volta ao destino acordado, com saída da cidade do Rio de Janeiro em companhia aérea a ser escolhida pela empresa responsável pelas organizadoras do concurso. Os demais custos com o intercâmbio, como taxas de embarque e segurança, despesas de visto – caso o país o exija –, despesas pessoais, passaporte, traslado e transporte local são responsabilidade do comtemplado. Sarah  Lee - ffw

_______________________________________________________________________________________

Meghan Collison brilha nas lentes de Rasmus Skousen para o editorial "Nomade" da Cover Dinamarca   (06/11/11)

O styling impecável de Sassie Baré aborda formas inteligentes e sofisticadas na hora de fazer as tão famosas sobreposições. O clash de texturas e cores tem harmonia entre si, mesmo quando o legal é descombinar. Tudo feito com adequação e tendo em mãos peças hits como: overcoats, calças flare, casacos em "A" de tweed, cardigans , jumpers e afins. A supermodel Meghan Collison brilha nas lentes de Rasmus Skousen para o editorial "Nomade" da Cover Dinamarca.










___________________________________________________________________________________

Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale, clicado por Gustavo Marx  (02/09/11)

Spring Fever – Marcelia Freesz  ilumina as imagens vibrantes clicadas por Gustavo Marx para o catálogo Primavera/Verão Brasileiro 2012 da marca Essenciale. Looks Sazonais concebidos por Renata Correa combinam cores suaves com cores fortes, estampas florais e as rendas brancas. Marcelia está estonteante com as elegantes flores e coroas de flores por Ronnie Peterson que adicionaram um toque final perfeito. Perfeito, a fotografia,a modelo, make-up and hair, as flores ,tudo lindo. Confira! (bloginvoga)

Essenciale ss2012 01 689x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 010 744x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 09b 697x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 09a 658x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 08 712x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 07b 688x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 07a 672x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 06 713x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 05b 709x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 05a 767x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 04 688x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 03b 682x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 03a 653x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 02b 675x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 02a 682x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.Essenciale ss2012 011 674x1024 BLOGINVOGA CAMPANHAS 2011 Marcelia Freesz estrela catálogo Primavera/Verão 2012 da Essenciale por Gustavo Marx.

__________________________________________________________________________________

Supermodel Karlie Kloss em “In Love With the City” na Vogue Japan Setembro 2011 (30/07/11)

Supermodel Karlie Kloss veste Prada, Lanvin, Gucci, Calvin Klein, e mais... em "In Love With the City" na Vogue Japan Setembro 2011 fotografada por Arthur Elgort. -Taylor

____________________________________________________________________________________

Exclusivo: FFW entrevista a super fotógrafa Inez van Lamsweerde (07/06/11)

Inez & Vinoodh

Inez van Lamsweerde e Vinoodh Matadin são o casal de fotógrafos holandeses que há cerca de 20 anos frequenta o topo da moda global com um trabalho que une beleza, inovação, colaborações criativas e um entendimento total do mood do trabalho. Eles estão por trás de imagens históricas da moda, seja nos ensaios para revistas como a “Vogue” francesa e “V” ou para campanhas de Gucci, Calvin Klein, YSL e Chloé. Quem ama moda, ama Inez & Vinoodh.

Agora a dupla faz uma visita ao Brasil. Eles vêm para a abertura da exposição “Pretty Much Everything”, que será montada aqui especialmente para a SPFW. Em uma conversa por telefone, Inez fala sobre sua carreira, sua relação com Vinoodh, o fim das revistas e sua modelo preferida, que é brasileira. Muito simpática, é uma apaixonada por fotografia e por Vinoodh, com quem tem um filho de oito anos que já fotografa por aí. Uma outra parte da entrevista pode ser lida na próxima edição da Mag!, que será lançada durante a SPFW.

Com vocês, Inez van Lamsweerde.

Como é o processo de trabalho entre vocês? Para quem a modelo olha na hora da foto? (risos)

É muito orgânico, nós fotografamos ao mesmo tempo. Vinoodh usa uma câmera Canon e eu uso uma Hasselblad. Eu dirijo a pessoa que está sendo fotografada, seja uma modelo ou um artista, uma celebridade. Ela olha para a minha câmera, há um contato direto entre a pessoa e eu. O Vinoodh fica mais móvel, anda pelo set e traz outro clima para a foto. O ponto de vista dele é mais voyeurístico. Às vezes fica muito claro quem tirou a foto, mas não importa se a imagem escolhida é minha ou dele. O importante é ter boas fotos, é fazer as imagens mais maravilhosas que pudermos.

Vocês têm um estilo de fotografia muito bem definido. Quanto tempo demorou até você encontrar seu próprio estilo?

Sempre soube o que queria. Já na escola sabia que essa seria a minha direção, uma coisa meio imperfeita na foto, como se ainda faltasse algo. Minha mãe é uma jornalista de moda, então desde o início minha atenção se voltou para esse lado. E através da moda eu comecei a traduzir comportamentos e a desenvolver minha linguagem. Mas depois que você acaba de estudar, a responsabilidade aumenta muito, então eu sempre aconselho as pessoas a ficarem na escola o máximo possível, para poder se dedicar mais à arte e poder experimentar mais também.

Vocês trabalham muito com o escritório de design MM Paris. Como funciona essa parceria?

Fomos apresentados por amigos em 1995. E aconteceu que a gente tinha as mesmas ideias, o mesmo humor e inspirações parecidas. Na época nós fazíamos o catálogo de Yohji (Yamamoto), que era um verdadeiro luxo naqueles dias, pois tínhamos muito tempo para preparar um shooting. Há muito respeito entre nós e sabemos que sempre que trabalhamos juntos, atingimos um novo nível. É uma colaboração criativa maravilhosa.

Chloé Outono 2004 ©Reprodução

Vocês estão por trás de campanhas importantes, como as da YSL e da Chloé, há muito tempo. E, ao contrário de outras marcas de luxo, as fotos da Chloé, por exemplo, nunca são só lindas. São cheias de movimento, as modelos têm sempre muita atitude ou há algo de estranho no ar.

Vamos tomar como exemplo as campanhas da Chloé. A essência dessa menina é de glamour sem esforço, natural. Esse é o DNA da grife. As campanhas são inspiradas em fotos de documentários, fotos acidentais. Tentamos criar uma atmosfera para esses momentos que aparecem de repente e são difíceis de acontecer. Então algumas vezes tocamos uma música bem maluca, bem alto, e mandamos as meninas dançarem. Parece coisa de momento, mas é muito pensado. Fotografamos durante três dias, no caso da Chloé, para conseguirmos a foto ideal. Mas tem campanhas que fazemos 12 fotos em um dia e já temos a imagem.

Vocês têm liberdade total quando fotografam para publicidade?

Sim. Claro que tudo é conversado antes, assim como nos ensaios para revistas. No caso dos anúncios, é imprescindível que tenhamos liberdade porque nós podemos trazer algo a mais que vai diferenciar a marca das outras. E hoje, mais do que nunca, as grifes têm que ter muita personalidade. Já quase não há mais divisão entre o high ou o low fashion. Posso fotografar para a H&M ou para a Jil Sander. Qualquer marca pode chamar o fotógrafo que quiser, então a gente tenta criar uma imagem que faça a grife se destacar. E também tomamos o cuidado de mostrar as roupas da melhor forma possível. Eles sabem que podem contar com a gente inclusive nesse sentido.

A gente ouve muito que as revistas irão acabar ou diminuir drasticamente. Qual você acha que será o caminho das publicações de moda?

Acho que sempre haverá publicações impressas, mas elas terão que ser mais extremas e focadas em quem são os seus editores. Porque a gente pode achar tudo na internet. Eu posso ver todos os sapatos do Jimmy Choo, mas qual o sapato que a Emmanuelle Alt (editora da “Vogue” francesa) acha o melhor? É isso o que eu quero saber. O importante é quem edita a informação para você e ainda a coloca em um formato maravilhoso.

Qual é a sua relação com a internet?

Internet é gratificação instantânea. Eu tenho tumblr e twitter e, com essas ferramentas, alcanço muito mais gente do que com uma “Vogue” francesa, por exemplo. Faço do meu tumblr a minha própria revista. Vejo a internet como uma grande beneficiadora do trabalho do fotógrafo.

Vocês fotografam muitas celebridades. Como percebem esse fenômeno?

Eu não gosto de celebridades nas capas de revistas. Acho que nem chega a ser justo colocar moda em uma celebridade, pois não podemos esperar dela(e) o mesmo efeito que uma modelo pode nos dar. Ou é um grande músico, uma grande atriz, um escritor… Não dá para achar que eles também vestirão aquilo tudo com naturalidade ou projetar o nível de beleza que uma modelo projeta.

Raquel fotografada por Inez e Vinoodh para a revista “W” ©Reprodução

Você já disse uma vez que ama a Raquel Zimmermann, que ela é a sua modelo preferida.

(risos) Não há nenhuma modelo que pode ser tantas mulheres como ela. Raquel não tem medo de nada, não está preocupada em parecer bonita, só quer uma boa foto. Ela tem total controle sobre seu corpo e pode ser qualquer mulher, qualquer homem, qualquer animal. Não tem ego. Além disso, é uma pessoa alegre, maravilhosa e sempre entende a proposta do trabalho. Nós temos uma relação de confiança total. Eu poderia facilmente fazer essa exposição enorme só com fotos dela.

Ela te conta algo sobre o Brasil?

Ela fala sobre a família, os desfiles da Animale e, agora que eu estou indo praí, me dá dicas de lugares. Eu tenho poucas referências visuais do Brasil, meu contato é mesmo através das modelos, Raquel, Adriana Lima, Gisele… Mas estou muito animada de poder visitar o Brasil. Quero ver algo novo, que nunca vi antes. Acho que vai ser maravilhoso. [Camila Yahn - ffw]

_____________________________________________________________________________

Handmade – o novo luxo (20/03/11)

Vivemos um verdadeiro quiprocó. E o que tem de mais interessante nesse “novo mundo” que está sendo construído, é a mudança de hábitos estéticos.

Biojóia Gabriela Horvat, feita com lã de ovelha e seda natural / ©Reprodução

A máxima “você é o que você tem”, continua valendo. Agora, a questão “ser alguém” está mais complexa, porque, pra se destacar, é preciso ser um indivíduo, de fato. E isso é privilégio de quem possui autoestima e talento pra reinventar seu visual, definir seu próprio lifestyle, baseado no seletíssimo grupo de consumidores do mercado de luxo, que tem como objeto de desejo, basicamente, tudo o que é trabalhado dentro do antigo conceito handmade: direito total e irrestrito à exclusividade. O “não” à massificação e à falta de personalidade é regra pra quem quer ser referência, seja em que segmento for.

Bacana, é que isso está diretamente relacionado com sustentabilidade. A grande diferença entre um vip/cult e um nonsense, é o que ele consome (com conhecimento de procedência, responsabilidade socioambiental do produtor, matéria prima utilizada) e não o quanto paga, ou seja, sua decisão por qual critério adotar no momento de uma aquisição. @ecostylemonica

Almofada handmade (Laguanacazul) / ©Mônica Horta

O que antes era cafona/pobre, hoje é chique/luxuoso, tipo usar crochê feito pela avó, ou roupa de brechó, ou retalhos, ou biojóia, ou tecido trabalhado em tear manual, ou sapato feito à mão, ou acessório de fibras naturais, ou peça customizada… se hospedar em uma pousada rústica; comer comidas tradicionais com temperos caseiros e produtos orgânicos do quintal; decorar a casa com peças de antiquários, e enfeitá-la com artesanato regional e flores colhidas do jardim; fazer os seus convites, lembranças, presentes e embalagens; construir com reaproveitamento de materiais; priorizar ventilação natural e captação de energia solar; economizar água e combustível; e por aí vai.

Luxo mesmo é fazer diferença; escrever a própria história, com as próprias mãos.

Claudio Pollan - artesão criador de chapéus exclusivos, feitos sob medida (La Fundamental Sombreros, de Buenos Aires)/ ©Mônica Horta

Luminária de chifre de boi (Jóias do Pantanal) / ©Mônica Horta

Artesanato regional argentino (Laguanacazul, de Buenos Aires) / ©Mônica Horta

Sapato feito à mão, com renda e couro de peixe (Pilomagliano, de Buenos Aires) / ©Mônica Horta

Handmade luxuoso de Lino Villaventura /©Zé Takahashi - Agência Fotosite

www.gabrielahorvat.com
www.joiasdopantanal.com.br
www.lafundamental.com.ar
www.laguanacazul.com
www.linovillaventura.com.br
www.pilomagliano.com

__________________________________________________________________________________

Destaque da temporada, Fabiana Mayer avisa: “Beleza não é eterna” (16/01/11)

Carinha recorrente da temporada brasileira (só no Rio ela faz 17 desfiles), Fabiana Mayer também arrasa nas passarelas gringas. Na estação passada, desfilou para 16 marcas em Paris, incluindo Miu Miu e Céline, e em Londres deu o ar da graça na Burberry Prorsum e Christopher Kane, entre outras marcas. A modelo também já fotografou um editorial para o Portal FFW.

Falamos com ela minutos antes do desfile da TNG. Confira:

IDADE
21 anos

SIGNO
Câncer, mas não acredito em astrologia, nem sei meu ascendente.

SEU SOTAQUE É DE ONDE?
De Belo Horizonte, Minas Gerais.

QUAL FOI SUA PRIMEIRA VIAGEM INTERNACIONAL?
Foi há quatro anos, pra Hong Kong, a passeio mesmo. A primeira a trabalho foi pra Milão.

DE TODOS OS EDITORIAIS QUE JÁ FEZ, QUAL FOI O QUE VOCÊ MAIS GOSTOU?
Foi o que fiz pra Interview de Novembro, fotografado pelo Gregory Harris. Foi muito legal porque era meio minimalista, e a maquiagem era toda de glitter preto (no rosto todo). A gente fez no Brooklin, em Nova York, e as pessoas ficavam comentando, diziam que eu assustava, se era Halloween, essas coisas, haha.

O QUE VOCÊ COSTUMA OUVIR?
Gosto do rock dos 70’s, tipo Jimi Hendrix, Rolling Stones, Janis Joplin. Mas também gosto de umas coisas mais novas, tipo Yeah Yeah Yeahs, Phoenix…

VOCÊ FOI A ALGUM SHOW RECENTEMENTE?
Sim, fui no The XX, em Nova York. Tinha uma fila imensa, e uma hora eles avisaram que os ingressos tinham acabado e que a gente tinha que ir embora, mas eu fiquei, e acabaram liberando 100 ingressos extras!

QUAL A MÚSICA QUE VOCÊ MAIS ESCUTA DO THE XX?
Crystalised.

COMO A CARREIRA DE MODELO COMEÇOU?
Eu mesma fui a uma agência, aos 17 anos, e me inscrevi. Mas minha mãe não queria me deixar viajar, por causa do colégio. Só comecei mesmo depois que me formei.

VOCÊ FEZ BALÉ, CERTO?
Sim, fiz 13 anos de balé, desde pequena. E ajudou muito na carreira, por causa dos movimentos, e também por causa da disciplina super rígida.

VOCÊ JÁ VIU BLACK SWAN? (filme com Natalie Portman sobre uma bailarina)
Ainda não vi, mas o trailer é maravilhoso, quero muito ver.

QUAIS DESFILES FEZ NA TEMPORADA INTERNACIONAL?
Diesel, Narciso Rodriguez, Celine, Lanvin, Miu Miu, nossa, vários!

QUANDO NÃO ESTÁ MODELANDO, O QUE VOCÊ GOSTA DE FAZER?
Saio com meus amigos para jantar ou ir a barzinhos.

PRA VOCÊ, QUAL EDITORA DE MODA ARRASA MUITO?
A Susana Barbosa, da Elle. Ela é muito simpática e educada.

QUAL SUA PEÇA DE ROUPA PREFERIDA?
Calça jeans, uso muito.

QUAL A MELHOR COISA DE DESFILAR NO BRASIL E LÁ FORA?
No Brasil, o fato de juntar todo mundo que se conhece, é tipo uma família. Lá fora é a estrutura, que funciona muito bem e existe muito profissionalismo.

TEM ALGUM ÍCONE DE ESTILO?
Não. Mas eu gosto da maneira que os jovens dos anos 70 se vestiam. Queria ter sido jovem naquela época!

QUAL O ÚLTIMO FILME QUE VIU?
“Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças” (de Michel Gondry). É maravilhoso!

DA ONDE VOCÊ VEIO E PARA ONDE VOCÊ VAI?
Vim de Belo Horizonte e vou pra São Paulo.

VAI DESFILAR NO SPFW?
Sim, mas ainda não sei em quais.

QUAL FOI A PRIMEIRA COISA QUE FEZ COM SEU PRIMEIRO SALÁRIO?
Hm, não sei. Ah! Comprei um iPod!

E QUAL A ÚLTIMA COISA QUE COMPROU?
Um computador novo.

PRA QUAL MARCA SONHA EM DESFILAR?
Yves Saint-Laurent.

E QUAL MAIS GOSTOU DE DESFILAR NA TEMPORADA INTERNACIONAL?
Lanvin, porque eu sempre quis e é tudo muito lindo. E o pessoal que trabalha lá é muito cuidadoso.

MODELO QUE ADMIRA?
Raquel Zimmermann.

O QUE VOCÊ QUERIA QUE TODO MUNDO SOUBESSE?
Que beleza não é eterna.

[Stephanie Noelle - FFW]

________________________________________________________________________________

Modelo Kirsi Pyrhonen no catálogo de natal da loja de departamento de luxo Barneys  (22/12/10)

A modelo Kirsi Pyrhonen mostra que modelo também é boa de garfo neste catálogo de natal da loja de departamento de luxo Barneys. Fotografada por Walter Pfeiffer, a modelo usa looks da Balmain, Rag & Bone, Diane von Furstenberg no meio de uma banquete digno de final de ano.

__________________________________________________________________________________

Mathilde Frachon by Benjamin Kanarek for Harpers Bazaar China January 2011 (22/12/10)

http://daily.styling-deluxe.com/

Comentar

Você precisa ser um membro de universomovie para adicionar comentários!

Entrar em universomovie

Badge

Carregando...

Fashion Films

models.com

The Outsiders

Cover-Jamie

Dazed's new issue salutes fashion's outsiders & innovators More...

Vídeos

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

We are so Droeë

Daria Werbowy

Publication: Marie Claire Russia May 2014 Model: Daria Werbowy Photographer: Mathieu Cesar Fashion Editor:  Anna Rykova Hair: Alessandro Rebecchi Make-up: Alexey Molchanov

fashion editorials.com

Editorial Exclusive : Veronika V(Wilhelmina LA) by Ted Emmons for FE!

Photographer: Ted Emmons @ 7 Artist Management  Stylist: Rafael Linares @ One Represents  Stylist Assistant: Frida Lofgren Manicurist: Karen Guiterrez @ Nailing Hollywood Mua: Brittany Meredith Hair: Sal Salcedo Model: Veronika V. @ Wilhelmina  

Geral Cinema

Irmãos de Paul Walker gravarão cenas de ‘Velozes e Furiosos 7'

Os irmãos do ator Paul Walker, que morreu em novembro, irão substituir o astro de filmes de ação para completar cenas de Velozes e Furiosos 7', de acordo com um comunicado publicado na página do Facebook do filme....

Fashion Spoiler

Osklen - Outono/Inverno 2014


Thairine Garcia, da agência WAY, e Jordão Altmann, da agência FORD, em fotos de Gui Paganini, na campanha de Inverno 2014 da grife Osklen.

© 2014   Criado por universomovie.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço